Crédito: risco ou oportunidade?

por Daniel Orlean Quarta-feira, 11 de outubro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Se você é empreendedor ou gestor de uma empresa, certamente já passou por aqueles momentos preocupantes em que se questiona se os recursos em caixa serão suficientes para honrar os compromissos empresariais. Por outro lado, também já deve ter imaginado como seria se tivesse mais capital para investir, expandir o negócio e aproveitar oportunidades do mercado.

Em ambos os casos, a busca por crédito pode ser uma boa solução. Porém, é comum que alguns empresários ainda vejam o empréstimo como algo negativo e não como uma solução que irá permitir um período de mais tranquilidade para a empresa ou que vá ajudar a alavancá-la emoportunidades de crescimento.

Essa decisão depende de diversos fatores e os principais que devemos analisar com atenção é o momento que a empresa está, e qual será o destino do uso do capital. Por isso, acho que vale uma reflexão importante. Em que situações devemos pedir um empréstimo?

Um dos casos em que se pode pedir crédito é para o capital de giro da empresa. Pegar empréstimo para esse fim é positivo quando o custo de financiar o prazo de pagamento para o cliente é compensado pela margem que aquele negócio traz, bem como pelo valor que o prospect terá para a empresa no médio e longo prazo. Outra razão é manter o estoque de matéria-prima ou de mercadorias que terão saída em um prazo esperado e que permitirão o pagamento das parcelas do empréstimo tomado.

Muitas vezes, para reduzir os custos de operação da empresa é necessário aplicar um capital adiantado, que na maioria dos casos não está disponível para a empresa. Se o grau de segurança que você tem com relação a aproveitar oportunidades como, por exemplo, aumentar eficiência de máquinas, equipamentos, tecnologias e infraestrutura da organização, procurar por um empréstimo pode ser uma solução viável.

Outra possibilidade é trocar dívidas contraídas no passado a juros mais altos ou em produtos menos adequados às necessidades de sua empresa, por linhas de crédito mais apropriadas com o momento da companhia, seja por sua finalidade ou por suas características. Esse ponto ajudará a dar uma folga no orçamento, e consequentemente, a equilibrar as finanças da empresa.

Na maioria das vezes, vemos situações em que o empreendedor não avalia a fundo a proposta do empréstimo e topa qualquer negócio. Antes de assinar qualquer contrato, é importante ler com atenção todas as cláusulas e certificar se sua empresa terá fôlego financeiro suficiente para arcar com os pagamentos e os juros. Em um ano em que a economia anda desacelerada, todo cuidado é pouco para não se afundar em dívidas.

Por fim, acho importante mostrar que existem alguns empresários que cometem o erro de pedir empréstimos sem avaliar se, de fato, é necessário. Por isso, verifique todos os pontos possíveis antes de assinar um contrato para no futuro não se enrolar nos juros e obter dívidas que não cabem no bolso. Tenho certeza que se você fizer um bom planejamento, terá bons negócios. Bom trabalho!

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.