Correios ou transportadora: qual é melhor para seu e-commerce?

por Rodrigo Martucci Sexta-feira, 08 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos
Um fator importante para oferecer uma boa experiência de compra no e-commerce é garantir uma entrega rápida, eficiente, transparente e econômica. A escolha entre Correios e transportadora, as duas principais opções de logística para o comércio eletrônico, tem de ser feita com atenção, uma vez que vai influenciar diretamente na opinião do cliente sobre a loja.

No artigo de hoje, comento sobre as duas modalidades de entrega e qual é a mais interessante para você, gestor de e-commerce.

Correios

A estatal conta com serviços exclusivos para empresas, com taxas melhores, coleta e logística reversa. Sua maior vantagem é a cobertura nacional, com entregas em todos os municípios brasileiros.

Também pesam a favor dos Correios a tradição e a visibilidade da marca junto ao público. O serviço é mais conhecido que as transportadoras privadas e permite contratos com e-commerces para conseguir fretes mais baratos conforme o volume de envios.

Além disso, a escolha da empresa passa credibilidade especialmente aos clientes não familiarizados com compras online justamente pelo fato de o serviço ser tradicional no país.

A preocupação do e-commerce que utiliza unicamente os Correios está nas greves, que atrasam entregas e provocam insatisfações dos clientes. Na pandemia, a alta demanda de encomendas no país também fez com que a estatal não conseguisse cumprir todos os prazos. Em casos assim, pode haver prejuízo nas vendas em razão do receio dos consumidores de não receber o pedido a tempo.

Já a integração com a plataforma do e-commerce acontece pelo web service dos Correios. Dessa forma, o cálculo do frete aparece automaticamente quando o cliente digita o CEP.

Em processo de desestatização, os Correios dominam 44% do mercado brasileiro de encomendas, segundo o governo, e ainda são cruciais para as entregas no país, uma vez que alcançam todo o território nacional. Para se ter uma ideia, juntos, os principais concorrentes atuam em cerca de 600 cidades.

Transportadora

A vantagem na escolha de uma transportadora está na expertise das entregas comerciais, fazendo com que a qualidade do serviço seja superior e mais ágil.

Outro ponto positivo é a possibilidade de negociar com diversas transportadoras, conforme a região de atuação do e-commerce. Assim, o gestor tem a possibilidade de encontrar soluções financeiramente vantajosas para a empresa e para os clientes.

Já as desvantagens estão na restrição da cobertura, pois há localidades onde as transportadoras não fazem entregas, e nos preços, que tendem a ser mais elevados.

As transportadoras são indicadas, especialmente, para lojas virtuais que trabalham com volumes pesados, já que, nos Correios, há limites de dimensões e de peso. Se o seu negócio é 100% regional, vale a pena trabalhar com essas empresas, pois, assim, você  dispensa o investimento em contratos de cobertura nacional e economiza um pouco.

Uma terceira opção são os serviços que buscam contingências para as melhores soluções de entregas no que diz respeito a preços e prazos.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.