Coronavírus no e-commerce: 4 dicas para se adaptar neste momento

por Thiago Urgel Segunda-feira, 27 de abril de 2020   Tempo de leitura: 9 minutos

O coronavírus com certeza causou impacto no comércio eletrônico nas últimas semanas. Trabalhadores em muitos países infectados foram trabalhar em casa, tudo para conter a propagação do Covid-19. Muitas lojas ainda estão fechadas em vários pontos do país, forçando os consumidores tradicionais a adotar o comércio eletrônico como alternativa.

Quais produtos estão vendo um aumento na demanda?

Devido ao fechamento de muitas escolas em todo o mundo, as consultas sobre educação em casa e equipamentos escolares estão vendo picos enormes na demanda. Boas notícias para qualquer varejista que fornece equipamentos e cursos educacionais B2C:

E, claro, com o isolamento social, redes de mercados que vendem online e entregam em casa tiveram uma enorme taxa de acessos e vendas. Como vendas de comidas e produtos de limpeza.

E até quem vende cursos online, ou cursos de empreendedorismo à distância, mercado que tinha alta taxa de acessos, só viu suas vendas aumentarem graças ao isolamento social e o aumento do desemprego.

Pessoas estão em busca de mais métodos de ganhar dinheiro online:

E por falar nisso, a palavra-chave ‘como vender online’ — que está entre as mais buscadas no Google todos os anos e é uma das mais disputadas por sites — conseguiu ter um alto crescimento de buscas, deixando-a ainda mais difícil de ranquear:

E, também, os jogos e o entretenimento em casa dispararam. A Netflix viu crescimento notável ​​no interesse de pesquisa:

Quais termos de pesquisa estão em declínio?

Os varejistas de moda perderam muitos visitantes no momento. Afinal, quem está comprando uma roupa nova só para ficar em casa?

Não são apenas os varejistas que estão sofrendo, as marcas de comércio eletrônico, também estão amargando uma queda devido ao Covid-19:

Assim como o setor de turismo está em uma enorme queda, empresas que alugam carro também estão sentindo esse período. Afinal, estamos no isolamento social, não precisamos alugar carro por ora:

Como os profissionais de marketing digital podem se adaptar?

Muitas empresas precisarão analisar seus orçamentos conforme a redução do coronavírus. Com o marketing digital gastando naturalmente, se torna um alvo fácil para as empresas que desejam fazer cortes.

Sim, é necessário trabalhar de maneira mais inteligente nas circunstâncias atuais. Porém é um momento crucial para os profissionais de marketing adotarem estratégias de lucratividade a longo prazo.

1 – Gerenciar a eficiência orçamentária do PPC

Declarações sobre a desativação total de campanhas de PPC, uma das principais fontes de novos negócios para muitas empresas, podem claramente ser extremamente prejudiciais. Em vez disso, procure gerenciar eficiências nas contas sempre que possível.

Reduza qualquer palavra-chave não essencial do funil superior com taxas de conversão mais baixas, onde a demanda de pesquisa pode estar diminuindo.

Salve orçamentos potencialmente reduzidos para palavras-chave com maior probabilidade de gerar conversões.

Pausar campanhas e começar de novo também significará CPCs mais altos, pois as campanhas precisam voltar à fase inicial de aprendizado.

No momento, os CPCs provavelmente serão mais baixos à medida que muitas empresas diminuírem a escala. Portanto, para os clientes que podem continuar funcionando, eles devem capitalizar isso sempre que possível.

Há também a consideração de impactos a longo prazo:

  • O Índice de qualidade é baseado na sua CTR em relação a outras pessoas no leilão.
  • Se outras pessoas deixarem de anunciar, você poderá obter ganhos de CTR que, a longo prazo, diminuirão seus CPCs.
  • O inverso também vale — portanto, os clientes devem estar cientes de que não podem simplesmente desativar as campanhas e retomar as campanhas como se nada tivesse acontecido!

2 – Manter a visibilidade orgânica

Quando se trata de atividade orgânica, o SEO é claramente uma estratégia de longo prazo e a torneira não pode (e não deve) ser desativada como no PPC.

O Google vai aprimorar seus algoritmos agora mais do que nunca para garantir que o público obtenha as informações mais precisas. Portanto, ignorar o básico arriscaria reduzir a visibilidade orgânica a longo prazo.

O Google não suspende atualizações durante o coronavírus, porque agora mais do que nunca precisamos de informações precisas:

  • A pesquisa orgânica é um dos canais mais viáveis ​​em qualquer cenário;
  • As pessoas sempre estarão procurando, talvez mais agora do que nunca.

As empresas com recursos de vendas online estão em uma posição melhor do que qualquer outra para continuar fazendo negócios no período difícil para muitos.

3 – Compartilhe experiências através de relações públicas digitais

Sim, as notícias estão repletas de histórias sobre Covid-19, mas a atividade de relações públicas digitais não deve parar durante o coronavírus.

Agora é uma ótima oportunidade de entrar em contato com jornalistas com notícias interessantes que são uma distração das notícias mais amplas.

As pessoas ainda querem ler boas notícias e querem escapar da pandemia que atualmente domina a grande mídia.

Os próprios jornalistas foram citados nas mídias sociais várias vezes dizendo que precisam colocar um sorriso no rosto das pessoas.

  • Se a história for forte, ainda poderá ser retomada no momento;
  • Se sua empresa pode oferecer comentários para ajudar outras empresas e pessoas durante esse período difícil, distraí-las ou colocar um sorriso no rosto, isso é ótimo e deve ser incentivado!

4 – Seja útil nas mídias sociais

Haverá muito mais pessoas acessando e gastando tempo nas plataformas sociais, à medida que os profissionais começarem a se adaptar ao estilo de vida do trabalho em casa.

Este é um ótimo momento para repensar sua estratégia de mídia social ou, se você não tiver uma, é um ótimo momento para começar!

Abaixo estão algumas dicas gerais para marcas que desejam reformular sua estratégia social e mensagens com base nas tendências atuais.

  • Seja útil: forneça aos clientes informações detalhadas e confiáveis ​​sobre o que eles precisam. Seja objetivo e claro. Reforce “estamos aqui para ajudá-lo”;
  • Ajude a criar comunidades entre clientes e ajude as pessoas a se conectarem, local e globalmente;
  • Estar presente nas primeiras horas da manhã ou tarde da noite: nossos hábitos estão evoluindo e é importante que os consumidores saibam que as soluções estão disponíveis quando e onde;
  • Procure pessoas que estejam ajudando e encontre maneiras de apoiá-las ou celebrá-las. Eles podem ser funcionários, pessoas que usam seus produtos ou pessoas que podem usar suporte.
  • Encontre maneiras de enriquecer a vida das pessoas ao isolar e combater o tédio e a ansiedade.

Portanto, mesmo que todos nos sintamos isolados, nas próximas semanas nossas empresas terão a oportunidade de serem ainda mais sociais e mais lideradas pela comunidade. Também permite que sua marca se torne um local de alegria durante esse período de escuridão.

Sempre pronto para fazer negócios

As dicas acima servem de guia para a adaptação ao coronavírus. Não existe uma abordagem única para a estratégia de marketing digital.

Mas uma coisa é certa: nós, como profissionais de marketing, devemos garantir que as marcas estejam prontas para fazer negócios online no dia em que a confiança do consumidor começar a aumentar novamente.

Isso nos permite evitar um impacto de longo prazo na participação de mercado.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.