Acesso rápido

Conteúdo de produto no m-commerce: como melhorar a experiência e a conversão

por Flávio Salomão Quinta-feira, 03 de maio de 2018   Tempo de leitura: 6 minutos

Hoje não é novidade o fato de o smartphone ter se tornado uma porta de acesso rápido à qualquer informação na internet. Isso sem dúvida o coloca como uma ferramenta poderosa quando o assunto é comprar.

Não estamos falando somente da boa e velha pesquisa de preços, mas sim de uma nova geração que vai imediatamente ao celular para pesquisar alternativas ou ainda descobrir algo novo do qual desconhece as opções.

Se ele vai comprar na internet ou não, é uma outra questão. O fato é: os consumidores, definitivamente, adotaram a pesquisa digital como um meio fácil e rápido de decisão, sinal claro de que o cliente omnichannel está mais vivo do que nunca.

De acordo com a 37ª edição do Webshoppers divulgado pela Ebit, as vendas online aumentaram em 7,5% em 2017 e as vendas via dispositivos móveis já representam 27,3%. As projeções para 2018 são de ainda mais crescimento para as vendas via mobile.

O fato é que, com a acessibilidade, os produtos estão nas mãos do consumidor através de uma tela de poucas polegadas. Pesquisas de comportamento comprovam que os smartphones são os melhores dispositivos para muitos consumidores, e o Digital é onde eles passam mais tempo quando comparado a outras plataformas.

Se você entende que a pesquisa é um meio rápido e certo para o consumidor, por que manter sua loja sem informações qualificadas sobre os produtos? Vale o ditado: “se você não faz, alguém vai fazer”. Se o seu e-commerce não entrega qualidade em suas informações, não serve de base de pesquisa, sendo um convite aberto para o consumidor recorrer a outros canais. Consequentemente as suas chances de vender viram só estatística.

Na loja física, o consumidor atual já entra munido de mais informações que o próprio vendedor. O físico ainda resiste com poucas soluções a um cenário que não tem volta, enquanto há uma legião de consumidores que estão presentes diariamente com seus smartphones em punho.

Levando à prática, chegamos à boa e — já conhecida — experiência de compra. Não basta apenas ter o produto na loja, seja no e-commerce ou no físico: sem essa interação, suas chances de conversão irão apenas diminuir. Um exemplo bem comum no digital é como estão apresentadas as imagens dos produtos de sua loja.

Lembrando: o mobile é a maior fonte de consulta atualmente. O shopper, privado do contato sensorial, precisa que a fotografia exista, informe e funcione.

No entanto, não é bem isso que acontece com o uso das fotografias convencionais. Mesmo com o zoom, o consumidor não consegue identificar se é um xampu ou condicionador, qual a variante (é para nutrição?) e o tamanho enquanto navega e rola rapidamente a tela pela lista de produtos. Talvez seja apenas possível identificar a marca. Conclusão: o consumidor hesita e não compra ou acaba adquirindo o produto errado.

Uma ótima alternativa para essa questão é o uso do que chamamos hero image. Diferentemente das imagens convencionais (onde todas as informações estão na embalagem do produto, dificultando a leitura na tela pequena), as hero images respondem às principais questões — marca, produto, variante e tamanho. Como? Com uma imagem aproximada da embalagem, destacando os atributos principais, por exemplo, e funcionando perfeitamente em todos os tipos de tela, como ilustra a imagem abaixo:

Outra oportunidade importante a ser considerada visando a melhoria de experiência de compra no mobile é o uso de Conteúdo Especial, ou E-content. Trata-se de um formato eficiente para melhorar alguns indicadores de navegação e, principalmente, a conversão em venda. O e-content, além de responder todas as possíveis dúvidas do consumidor, ainda serve como uma área exclusiva do fabricante para destacar todos os benefícios e diferenciais do seu produto. Isso aumenta o engajamento e o interesse do shopper pelo que você está oferecendo. Na era da experiência de compra do consumidor, determina o sucesso da venda no e-commerce.

As lojas online ainda precisam evoluir muito em relação a isso, pois a maioria das plataformas não está preparada para o mobile e as que estão possuem severas restrições ao volume de conteúdo. A preocupação principal é alimentar os mecanismos de busca, mas isso se dá de maneira pouco funcional para quem pesquisa e compra, limitando a consulta a longos e cansativos textos para serem lidos em uma tela menor que a palma da mão.

Mais leves e dinâmicos, os arquivos com formatos de e-content permitem um aumento considerável no volume de termos de indexação e conteúdo na página quando implementados corretamente. Além de transmitirem mais segurança para influenciar positivamente na decisão de compra e reduzir em até 40% a logística reversa.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.