Acesso rápido

A conquista do cliente não se faz num Marketplace

por João Salgado Quarta-feira, 13 de setembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

O e-commerce no Brasil está crescendo cada vez mais. Ainda assim, alguns varejistas temem investir nesse canal e optam pelos Marketplaces como uma alternativa para crescer rápido e com baixo risco.

Perdido num Marketplace, além de não ganhar destaque, o varejista não vai alcançar diretamente seu cliente, perdendo informações relevantes sobre a jornada de compra do seu público, carrinhos abandonados e prospects que ainda não compraram, mas talvez estejam interessados nos produtos.

Estar num Marketplace é enfrentar uma guerra exclusivamente de preços, sem poder promover seus diferenciais, tais como qualidade do produto, entrega rápida e melhor atendimento.

Além disso, com a realidade de termos um consumidor informado, a tendência é que ele procure informações em diferentes meios antes de efetivamente adquirir o produto ou o serviço.

Uma recente pesquisa encomendada pelo Google e realizada pela Forrester, a respeito da influência do mundo online sobre as vendas, mostra claramente essa evolução e o impacto impressionante do digital hoje e no futuro, até mesmo no negócio de alimentos:

 

Essa mesma pesquisa mostra o quanto as vendas online vão crescer nessa mesma temporada.

Já em 2015 o Boston Consulting Group acabou publicando um infográfico sobre a mesma tendência, mostrando exatamente essa influência do digital no funil de compras.

Com essa perspectiva, a tendência hoje é a fidelização do cliente com experiências unificadas omnichannel, misturando digital com loja física e alinhando a comunicação por todos os meios de alcance do consumidor.

Ao escolher a plataforma, pense numa estratégia omnichannel

Como vimos, a jornada de compra começa no online e acaba na loja. Tendo um site próprio, o varejista vai conseguir se destacar e fidelizar seu cliente. Chegamos então na questão da escolha da plataforma de e-commerce própria, considerando o time-to-market e o budget.

Acompanhar o consumidor nessa jornada de compra é considerar que ele use diferentes canais para preparar o ato da compra. Quanto mais ele usa estes canais, mais valioso ele é, porque mostra um interesse forte nos seus produtos ou serviços.

Construir uma estratégia omnichannel é custoso, pois envolve integrações entre várias plataformas, como: o CRM, peça principal por centralizar as informações do consumidor, o ERP, o OMS/WMS na logística, a própria plataforma e-commerce, os aplicativos satélites (vendedor aumentado na loja, aplicativo do consumidor) e outras ferramentas de outros canais de comunicação (televendas, SAC, B2C, etc.).

O melhor é reservar budget para essas integrações do que investir em funcionalidades de marketing para o site.

É claro, essas ferramentas de marketing são vitais para a performance do seu site, então a escolha de uma plataforma deve considerar as funcionalidades “out-of-box” que ela oferece.

Além de uma plataforma ser rica em funcionalidades prontas, o modelo de licença deve ser bem analisado e você pode encontrar o seguinte:

  • Um modelo SAAS evita custos técnicos de hospedagem e infra-estrutura, além de embutir as atualizações que trazem inovação sem custo adicional;
  • Um modelo baseado em Revenue Share induz a um custo de entrada reduzido. Você paga conforme o seu sucesso de vendas.

Duas plataformas se destacam com esse modelo: a VTEX, plataforma brasileira e a reconhecida plataforma americana Demandware, a qual foi adquirida recentemente pela Salesforce, chamando essa nova nuvem de Salesforce Commerce Cloud.

Ambas plataformas podem ser uma escolha interessante para desenvolver seu site e-commerce com um custo de entrada reduzido, sendo que Saleforce Commerce Cloud oferece uma gama de funcionalidades de marketing embutidas muitos mais extensa.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.