Projeto mantido por:

Conheça a promoção segmentada

por Wendell Damato Quinta-feira, 12 de maio de 2022   Tempo de leitura: 6 minutos

Não há dúvidas de que o público-alvo de um negócio pode ser abrangente. Entretanto, foi-se o tempo em que o comum eram empresas promocionarem seus serviços e/ou produtos apenas de forma generalizada. Isso porque diante de um mercado cada vez mais competitivo, a entrega de experiências personalizadas aos consumidores tornou-se a verdadeira bala de prata para marcas que desejam se destacar nos dias atuais. É por isso que, atualmente, fala-se muito sobre promoção segmentada (ou direcionada).

Assim como a personalização, a promoção segmentada é um dos pilares do customer centric. Com o intuito de planejar e desenvolver estratégias que irão impactar as pessoas de forma mais assertiva, o promocional segmentado consiste em:

  • Separar os consumidores em grupos de afinidade, levando em consideração pontos como localização geográfica, perfil, comportamento etc;
  • Planejar e executar ofertas e promoções que impactarão a pessoa certa, no melhor momento e com o produto e/ou serviço que ela precisa.
  • A promoção segmentada é um dos pilares do customer centric e desenvolve estratégias que irão impactar as pessoas de forma mais assertiva.

    Para que essa prática seja certeira, é essencial que ambas as fases do processo de estruturação das promoções direcionadas sejam 100% fundamentadas em dados. Entretanto, na prática, muitas vezes isso não acontece, e prova disso é o que uma pesquisa realizada pela Forrester Consulting descobriu recentemente. Segundo o estudo, 52% dos consumidores recebem promoções, semanais ou mensais, de produtos pelos quais facilmente pagariam o preço cheio. Além disso, não promocionar de forma segmentada e baseada em informações concretas também pode fazer com que a adesão a tal oferta seja muito mais baixa do que o esperado. Afinal, você pode estar promocionando para o público errado.

    Por que os problemas ocorrem?

    Tais problemas se dão pela dificuldade em analisar dados ou até mesmo pela não existência de informações. Para entender melhor a importância da promoção segmentada e o papel dos dados nesse processo, tomemos por base uma recente pesquisa divulgada pela Neotrust.

    Nos últimos anos, a categoria de Alimentos & Bebidas cresceu a passos largos no e-commerce. Comparando o ano de 2019 com o de 2021, o aumento no número de pedidos no setor foi de 213%. Com um faturamento de R$ 2,8 bilhões em 2021, a expectativa é de que o e-grocery cresça 18% neste ano. Os dados provam que esse segmento é uma verdadeira mina de ouro a ser explorada, e uma das melhores estratégias para isso é a promoção segmentada.

    Exemplo de segmentação por gênero

    Isso porque a pesquisa, que também trouxe uma análise por gênero, descobriu que mulheres lideram as compras de alimentos, enquanto os homens se destacam na compra de bebidas.

    • 59,44% dos pedidos de alimentos foram feitos por mulheres;
    • Elas foram responsáveis por 60,88% do faturamento das compras de alimentos feitas em canais online;
    • Já os homens fizeram 63,75% dos pedidos de bebidas em 2021;
    • E representaram 66,22% do faturamento do segmento.

    Levando em conta somente esses dados citados acima, já é possível que supermercados, por exemplo, comecem a pensar em estratégias de promoção segmentada. Contudo, basear-se apenas em informações genéricas não é suficiente.

    Estratégias de promoção segmentada

    Assim, para que uma estratégia de promoção segmentada seja efetiva e completa, entram em cena os dados combinados, isto é, a utilização de mais de uma fonte de informações para cruzar dados e conhecer de maneira riquíssima o perfil, comportamento e hábitos de consumo de cada consumidor. É devido a esse conhecimento aprofundado no cliente que os supermercados sabem o momento certo de promocionar um ou mais produtos para um consumidor em específico.

    Para se ter uma ideia, de acordo com o estudo da Forrester Consulting, citado anteriormente, os consumidores aprovam ações promocionais sincronizadas com a frequência com que compram determinado(s) produto(s). Além da conveniência, mostrar que sua empresa compreende e sabe exatamente quais são as necessidades de seu cliente contribui para a fidelização do consumidor.

    A verdade é que não há mais espaço para “atirar no escuro” e se sua empresa ainda não sabe qual alvo atingir, este é o momento para começar a usar os dados a favor do seu negócio!

    Leia também: 71% dos consumidores esperam por experiências personalizadas, segundo relatório

     

    Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
    Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
    Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

    Você recomendaria esse artigo para um amigo?

    Nunca

     

    Com certeza

    Deixe seu comentário

    0 comentários

    Comentários

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Comentando como Anônimo

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER