Como se prevenir do roubo de cargas

por Flavio Salzano Quinta-feira, 12 de outubro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Todos os dias, nos deparamos com a triste realidade da violência no Brasil. E nas estradas brasileiras a situação não é diferente. Furtos e roubos de cargas geram prejuízos milionários para empresas.

Na contra mão, as empresas tentam investir em tecnologia para diminuir esses índices – onde muitas vezes não traz o resultado esperado.

Para ajudar você a entender mais sobre como se prevenir,  separei algumas medidas que podem ser adotadas para se proteger do roubo de cargas. Veja quais são:

1# Evite viagens à noite

Viagens à noite tendem a ser mais perigosas. Baixa iluminação, número menor de veículos nas estradas são alguns pontos que aumentam os roubos e furtos de cargas.

Priorize fazer viagens durante o dia, onde o fluxo de carros são maiores e o efetivo da polícia rodoviária também.

2# Detalhe o percurso

Outro momento importante são as paradas dos caminhões. Nesse momento, quadrilhas se organizam para assaltar. Por isso, investigue estacionamentos, postos de gasolina e restaurantes. Conheça bem esses lugares e busque informações sobre esses pontos.

Nessa hora, fazer um bom planejamento de rota é essencial, assim, o motorista trafega em lugares conhecidos. Busque saber se esses lugares são realmente seguros e se existe assaltos recorrentes.

3# Mantenha-se em contato com o motorista

Muitas cargas têm valores altos e, caso sejam roubadas, podem prejudicar a saúde financeira da sua empresa. Por mais que existam seguros, se manter em contato direto com o motorista também é uma forma de prevenir.

Muitos casos, se o motorista achar alguma situação suspeita, ele poderá entrar em contato com outras pessoas, assim, será possível entrar em contato com a Polícia Rodoviária Federal evitando que essa carga seja roubada.

4# Treine seus funcionários

Pode parecer básico, mas muitas empresas falham nesse aspecto. Não sou apenas o motorista, mas todos os demais funcionários envolvidos nos transportes precisam ser orientados para questões de riscos.

Veja alguns pontos básicos que precisam ser respondidos:

– Como se comunicar com a polícia rodoviária federal em caso de
urgência ou suspeita?
– Como identificar falsas blitz nas estradas?
– Como identificar áreas críticas?

Artigo publicado com autorização do autor. Original aqui.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.