Como ranquear seu e-commerce no Google?

por Galleger Ilhe Segunda-feira, 28 de dezembro de 2020   Tempo de leitura: 7 minutos

Apenas estar no meio digital não é o suficiente para impulsionar as vendas de um empreendimento. É preciso que o seu cliente conheça a sua loja virtual. E uma solução para isso é saber como ranquear seu e-commerce no Google.

Digo isso porque se manter em destaque no buscador é um ótimo passo para conquistar bons resultados no seu negócio. Entretanto, você só vai conseguir essa visibilidade quando sua loja virtual aparecer na primeira página e entre as primeiras posições do buscador.

Se você está se perguntando “Como ranquear o meu e-commerce no Google?”, a boa notícia é que vamos ver neste artigo algumas estratégias que irão te ajudar a se destacar no Google e melhorar seus resultados.

Fique atento à autoridade

A autoridade de domínio e de página são métricas que avaliam uma série de indicadores, atribuindo uma nota para os sites. A autoridade é usada como padrão para prever o ranqueamento de um site. Ela é medida em uma escala que vai de 1 a 100, quanto mais alto for a sua pontuação, melhor será sua posição. Esses valores são considerados pelo Google na hora de ranquear seu e-commerce.

Porém, todos esses pontos podem ser otimizados na sua loja virtual. Um exemplo é começar a investir em conteúdos e cuidar dos direcionamentos de links. Outro exemplo é sobre a reputação dos sites que apontam para a sua loja. Ou seja, se a reputação não for boa, sua nota também tende a cair.

Por isso, fique atento a essas otimizações e acompanhe cada fator que pode ser melhorado.

Preocupe-se com o carregamento do e-commerce

A experiência do usuário é um ponto importante para o bom posicionamento no Google. E um dos fatores que mais interfere na experiência desse consumidor é a velocidade de carregamento da página.

Segundo uma pesquisa da Kissmetrics, 40% das pessoas esperam que um site seja carregado em até 3 segundos. Ou seja, fique atento à essa métrica.

Uma boa dica para melhorar o carregamento do seu e-commerce diz respeito ao cuidado no upload de imagens, principalmente nos sites do segmento de moda (que normalmente exige uma quantidade maior ainda de fotos). Sempre verifique o tamanho desses arquivos e utilize ferramentas de compressão antes de subi-las no site, como o Tiny.

Foque nas palavras-chave

O maior objetivo do Google é exibir resultados que respondam a dúvida do usuário de forma que ele não precise mais pesquisar novamente. As palavras-chave são formas de o Google medir se o seu conteúdo será relevante e se vai responder à dúvida do leitor.

Por isso, mapeie as palavras-chave e os termos complementares do seu segmento. Utilize-as o máximo possível nas suas páginas. Essa é uma das melhores chances de ranquear seu e-commerce no Google.

Se você tem dúvida como mapear essas palavras, o próprio buscador pode te ajudar nisso. Basta observar as sugestões que aparecem quando começar a digitar um termo na barra de pesquisa. Mas também há ferramentas gratuitas e fáceis de serem usadas, como o Ubbersuggest ou Answer The Public.

Cuide da segurança do site

O Google não vai querer colocar a mão no fogo pela sua página. Por isso, você precisa mostrar a ele e aos consumidores que é seguro. O certificado SSL é uma obrigação e a versão HTTPS (que indica um site seguro) já te coloca à frente de alguns concorrentes menos preparados.

Para se ter uma ideia da importância desse certificado, caso você queira anunciar no Google Shopping, o SSL é um requisito indispensável. O buscador não aceita veicular anúncios se você não possui o certificado no e-commerce.

Ofereça uma boa experiência no mobile

O Google vai ranquear melhor seu e-commerce se ele identificar uma boa experiência para dispositivos móveis. Isso porque, hoje, grande parte do tráfego na internet vem dos celulares e tablets. Essa é uma tendência e o buscador valoriza muito os sites que garantem alta intuitividade, boa visibilidade e navegabilidade nesses dispositivos.

Nesse contexto, a responsividade é fundamental. Verifique como todas as páginas se comportam, se os textos estão legíveis e confortáveis para leitura nos celulares, se as fotos estão visíveis e se a navegação até o checkout é intuitiva e simples.

Avalie como está a usabilidade 

Usabilidade de um site reflete em quatro métricas: visualizações de página, tempo de permanência, taxa de rejeição e taxa de conversão.

A primeira é o número de vezes que sua página é acessada. Aqui é muito importante o investimento em marketing digital para que o site tenha volume de tráfego.

Já o tempo de permanência é o tempo médio que um usuário fica na sua página. Assim, é sempre bom avaliar o quão relevante seu site está sendo para quem o acessa, se ele encontra o que está buscando, se ele passa um tempo considerável, entre outros.

E toda essa praticidade, intuitividade e simplicidade do seu site vai influenciar muito na taxa de conversão.

A usabilidade, além de buscar uma experiência de compra excelente para o consumidor, também é uma métrica avaliada pelo Google. Se seu e-commerce conseguir adotar uma boa usabilidade, a chance de ranquear será muito maior.

Acompanhe as mudanças do algoritmo

O Google utiliza um conjunto de operações para definir como irá ranquear os resultados. Esse sistema é chamado de algoritmo. E ele não é definitivo, pelo contrário, é alterado com certa frequência.

Ainda com as alterações constantes, para ranquear seu e-commerce, o Google continua levando em consideração a experiência mobile, a segurança e os outros pontos que são relevantes para o algoritmo do buscador. Por isso, a melhor dica é estar sempre atento a todos os detalhes do seu e-commerce e otimizá-lo sempre que necessário.

Assim você irá conquistar a atenção do Google e a satisfação dos seus clientes.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.