Como proceder se o produto chegar danificado na casa do cliente

por Alejandro Vazquez Sexta-feira, 24 de março de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Prezado lojista: você sabia que até o produto chegar são e salvo na casa do cliente, a responsabilidade ainda é totalmente sua? Pois é, portanto, caso a encomenda chegue com avarias, por mais que você tenha postado ele em perfeito estado nos Correios, cabe a você resolver o problema.

A situação é bem desagradável, mas infelizmente casos como esse podem acontecer. Ainda existe um certo despreparo e falta de cuidado dos Correios com as mercadorias, portanto, antes de mais nada, cabe a você caprichar na embalagem para que seu produto viaje com o máximo de segurança possível.

Se ainda assim o cliente entrar em contato reclamando que o produto chegou quebrado ou danificado, recomendamos que você tome algumas providências.

Independente do produto estar quebrado ou não, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o cliente tem até sete dias para se arrepender da compra e devolver o produto. Portanto, se o produto estiver danificado, o consumidor tem direito de reclamar e solicitar a troca.

Neste caso, peça para que o comprador envie o produto de volta e diga que vai mandar um novo em breve. Não se esqueça de pedir desculpas, dizendo que o produto foi danificado no transporte, mas que você tomará todas as providências necessárias para que a troca seja feita o mais rápido possível.

O cliente não precisará pagar pelo envio do produto; nos Correios existe o sistema de logística reversa, um serviço de devolução de mercadorias sem ônus ao remetente.

Caso você não possua um novo produto em estoque, peça para que o cliente devolva a mercadoria quebrada e faça o reembolso total do valor pago. Se possível, peça para o cliente tirar fotos do produto quebrado na caixa em que foi entregue pelos Correios; isso pode te ajudar a pedir indenização do produto.

Como devo proceder com os Correios?

Uma vez resolvido o problema do cliente, você pode entrar em contato com os Correios para pedir a indenização do produto avariado, mas só é possível pleitear essa indenização se no ato da postagem for declarado o valor mercantil do objeto. Na página dos Correios você entende melhor como funciona o valor declarado. Faça isso sempre que for enviar um objeto de valor.

A forma mais fácil de notificar uma avaria e solicitar indenização é por meio da página Fale Conosco do site dos Correios. Selecione a opção “Reclamação” e o tipo de envio (nacional, exterior, etc…). No formulário, forneça todos os detalhes pedidos (guarde sempre o recibo da postagem, pois você precisará dele) e não esqueça de colocar seus dados bancários para depósito no caso do seu pedido ser aceito.

Pronto! Os Correios vão verificar sua solicitação e responder em até cinco dias úteis. Boa sorte!

Espero que essas dicas tenham esclarecido esse processo para você. Nunca é agradável ter um produto danificado, portanto, embale-os muito bem antes de postá-los nos Correios.

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

  1. Olha, acho necessario verificar se essa dica é mesmo efetiva, pois segundo o Correios, se a encomenda avariada não for negada pelo recebedor no ato da entrega, não há direito à indenização. Eu até hoje não consegui receber nenhuma em que o cliente ou até mesmo zeladores e porteiros tenham recebido a encomenda, nem levando o caso à ouvidoria. Se alguém já conseguiu, tenho muito interesse em saber como.

    Responder

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.