Projeto mantido por:

Como preservar dados de cartão de crédito em formulários com erro

por Christian Holst Segunda-feira, 25 de maio de 2015

Uma das partes mais frágeis no checkout do e-commerce é como você lida com os dados de cartão de crédito. Devido às exigências de segurança da Visa e MasterCard (PCIcompliance), a maioria dos sites de e-commerce não permitem armazenar dados do cartão de crédito do consumidor, nem temporariamente em seus servidores.

Isso significa que os dados não podem ser usados depois (nem imediatamente após a solicitação) no processo de checkout. Por isso a maioria dos sites de e-commerce são forçados a limpar o campo de dados do cartão de crédito nos formulários com erro, mesmo se, na verdade, o erro não for nos dados de cartão de crédito.

Obviamente, isso pode ser muito desagradável para o consumidor. Além disso, os números do cartão de crédito são muito longos e o consumidor precisa transcrevê-los do cartão físico – este é um ponto durante o checkout, onde o consumidor na maioria das vezes se sente desconfortável. O processo todo é incômodo e tende a ter muitos erros humanos.

Então, o que fazer diante disso? Vamos ver suas soluções, além, é claro de pedir a aprovação para armazenar os dados do cartão (um processo complexo e caro).

1) Crie uma etapa de pagamento dedicada ao cartão de crédito

Quando os dados de cartão de crédito são a única coisa a ser validada na inscrição de um formulário de envio, os dados só precisam ser apagados se o cartão for negado. Isso é definitivamente melhor que nada, uma vez que, mesmo se os dados estiverem errados no primeiro local, então a perda desses dados pode ser evitada.

Outro fato interessante que descobrimos durante nossos estudos de usabilidade do checkout é que as pessoas preferem corrigir seus dados, ao invés de tê-los que remover por completo. Outro lado negativo é que isso acrescenta outra etapa no fluxo do seu checkout (e não permite oferecer o checkout de um clique).

No entanto, esta é uma solução temporária, que não resolve o problema de verdade.

2) Enviar o formulário com AJAX

Um dos benefícios de enviar formulários com AJAX é que os dados de retenção são concedidos a você de graça. Então no caso dos detalhes de cartão de crédito, eles nunca desaparecem da tela do consumidor porque a página não é recarregada. (Na verdade, você teria que programar especificamente o formulário para que isso aconteça).

Então os campos de cartão de crédito ficam intactos do lado do consumidor e também muito importante: seus servidores ainda não armazenam nenhum dado do cartão de crédito. Você conseguiu efetivamente preservar os dados do cartão de crédito do cliente sem acrescentar nenhuma despesa extra com segurança do seu lado.

Isto é particularmente importante nos checkouts de 1 clique, onde um campo obrigatório vazio ou outro erro no formulário poderiam até mesmo causar a perda dos dados do cartão – mesmo que os dados do cartão sejam válidos. Uma simples atualização do sistema poderia simplesmente enviar o formulário com AJAX e então redirecionar o consumidor para o próximo passo, como de costume, se os dados são aceitos. Isso significa que você não tem que mudar muita coisa no seu sistema atual ainda que você limpe o campo de cartão de crédito.

Uma mudança mais substancial poderia ser: mudar todo o seu checkout para funcionar via AJAX (discretamente, é claro). Empresas como Apple e All Posters estão fazendo isso. Isso pode acelerar o processo de checkout significativamente desde que você carregue a página uma vez e haja uma transição visual legal do primeiro passo do checkout para o outro a ser implementado. 

Leia mais sobre as legislações de armazenamento de dados do consumidor.

 

Originalmente publicado em: http://baymard.com/blog/preserve-card-details-on-error

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER