Acesso rápido

Como os PMEs sobreviverão na internet se os grandes estão desistindo?

por Hygor Roque Quinta-feira, 16 de maio de 2019   Tempo de leitura: 5 minutos

Recentemente recebemos notícias de grandes marcas desistindo das vendas online. Foi o caso do Walmart e Supermercados Dia, que anunciaram essa decisão nas últimas semanas. Além dessas duas grandes marcas, também tivemos a venda da Netshoes para o Magazine Luiza por um preço muito inferior aos US$ 467,72 milhões que ela atingiu de valor de mercado no seu IPO.

O Walmart anunciou o fechamento de seu e-commerce no Brasil

O que está acontecendo com as grandes operações de e-commerce? Será que o e-commerce continua sendo um bom negócio, principalmente para os pequenos?

Primeiro precisamos falar sobre como o e-commerce impactou a mídia online e os principais veículos de geração de tráfego para as lojas virtuais.

Com a migração dos usuários para o ambiente digital, com o público dedicando cada vez mais tempo buscando pela internet e utilizando as redes sociais diariamente (62% da população brasileira está ativa nas redes sociais), as verbas das grandes marcas também migraram para esse ambiente, aumentando muito a concorrência pela atenção das pessoas.

Mas hoje, apenas duas empresas são responsáveis por 87% de toda a verba digital: Google e Facebook. Logo os custos dos anúncios aumentaram na mesma velocidade.

Tendo em vista esse cenário, qual o caminho para os micros e pequenos?

Transformarem sua marca pessoal ou os canais sociais da sua empresa em sua própria mídia.

Para isso terão que construir autoridade nas redes sociais afim de ter um maior retorno de vendas com marketing de influência, fazendo ofertas para um público que já passou a barreira do “desconhecido”.

Separei dois exemplos de lojistas que utilizam exatamente essa estratégia de influência para obterem bons resultados de venda pela internet:

ABC do Bonsai

Loja de nicho para a comunidade de apaixonados por Bonsai, construiu no youtube a sua própria mídia e atingiu a marca de 219.257 inscritos em seu canal. Seu fundador, o Mac Donald Fernandes, construiu autoridade em seu segmento produzindo vídeos diários para o canal. Ele ensina iniciantes a cuidarem de suas plantas e para os mais experientes demostra suas técnicas próprias. Ele se tornou o maior canal de Bonsai do mundo e utiliza essa audiência para vender os produtos de sua loja.

Artesanato em cobre

Loja de nicho focada em produtos em cobre construiu sua audiência através do Instagram. Possui 64.800 seguidores em sua página oficial e sua fundadora, Geisa Alves, produz conteúdos todos os dias, com dicas de como cuidar de seus produtos, sugestões de decoração e ambientes utilizando esse tipo de produto. Hoje, o Instagram é responsável, de maneira orgânica, por mais de 30% de seus pedidos mensais.

Esses são alguns dos milhares de micro e pequenos empreendedores que estão investimento na construção de sua autoridade dentro do seu nicho de mercado.  Se você é um micro ou pequeno empreendedor e não tem autoridade dentro do mercado que atua, você vai precisar seguir como base essas 3 regras:

Posicionamento

Ter um posicionamento claro de preferência em um mercado menor. Ser o peixe grande dentro de um aquário pequeno. Se falarmos de refrigerante, provavelmente a marca que virá em sua mente é a Coca-Cola. Mas, se falarmos de refrigerante para tomar acompanhado de um balde de pipoca, talvez mude para Guaraná. Isso é posicionamento!

Frequência

Para construir autoridade você precisa ter uma alta frequência de publicação de conteúdo de valor. Conteúdo de valor é aquele que pode resolver as dores do seu público ou mudar a forma de pensar sobre seu produto ou serviço. A frequência é importante, pois diariamente seu cliente será bombardeado de conteúdos de diferentes canais. Você precisa estar presente na maior parte desses momentos.

Congruência

Seu conteúdo e seu discurso precisa ser harmônico e, no decorrer do tempo, você precisa reforçar ainda mais seu posicionamento. A congruência no longo prazo traz credibilidade e alinha em seu público exatamente o que ele pode esperar receber de conteúdo de valor. O jogo mudou e você precisa entender exatamente o seu momento e as regras que estão valendo.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.