Acesso rápido

Como fazer uma página de descrição de produtos épica para sua loja virtual (Parte 2)

por Marcio Eugênio Quarta-feira, 06 de setembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

No primeiro artigo falamos sobre a importância de investir tempo para criar páginas de descrição de produtos ÉPICAS (se você não leu o primeiro artigo clique aqui). Também ensinamos um passo-a-passo para escolher a palavra-chave que você vai usar e quais ferramentas gratuitas(como Google Trends e Keywordtool.io) podem ajudá-lo neste processo. Hoje vamos falar sobre estrutura de categoria, onde colocar a palavra-chave e como as imagens e vídeos impactam a experiência do consumidor.

2. Estrutura de categoria

Existem 1000 teorias de como se montar uma árvore de categorias. Quando você tem milhares de produtos e dos mais variados tipos, faz muito sentido estudar isso a fundo e investir um bom tempo para saber qual caminho a seguir no seu tipo de negócio, porém quando se tem uma pequena empresa que está começando vamos ter poucos produtos, logo, poucas categorias e não faz sentido investir muito tempo nisso. 

Por isso, vou te dar o melhor caminho para quem está começando. Assim você não vai levar muito tempo e vai criar uma estrutura exatamente como os seus clientes e usuários entendem, pensam e principalmente buscam, quando estão querendo comprar o que você vende.

Para explicar essa parte de categorias, o exemplo da “legging preta” não é o mais indicado. Para exemplificar melhor vou usar exemplo de outro produto e outra palavra-chave que acredito ser bem melhor.

Fiz uma nova busca no keyowrd planner usando palavras relacionadas a “legging preta plus size” e tive os seguintes resultados:

Você pode ver que em volume de buscas temos a seguinte ordem das palavras-chave:

  • Legging -> 12.100 buscas mensais;
  • Legging Plus Size -> 170 buscas mensais;
  • Legging Preta Plus Size -> 10 buscas mensais;

Ou seja, está aí a nossa árvore de categorias para as leggings Plus size:

  • Legging > Categoria;
  • Legging Plus Size > Subcategoria;
  • Legging Preta Plus Size > Produtos

Viu como ficou mais fácil de entender a estrutura de categorias usando a forma como o cliente busca e pensa?

Manter a hierarquia das categorias e produtos é algo fundamental para os resultados nas buscas orgânicas, por isso, sempre crie as categorias tomando cuidado com as urls para que elas expressem exatamente a mesma árvore de categorias que você tem e com a url “mais limpa” possível.

 

Uma coisa que às vezes as pessoas têm um pouco de dificuldade é na hora de criar a subcategoria, por que antes elas tem que criar a categoria.

No nosso exemplo acima depois que a gente criou a categoria “Legging”, é só a gente ir criar outra categoria “Legging Plus Site” e dizer que ela vai ser filha da categoria Legging.

Feito isso agora vamos cadastrar o produto!

  1. Onde colocar a palavra-chave?

A dica aqui é fácil: coloque a palavra-chave em todos os lugares, simples assim:

Dentro do cadastro do produto a nossa palavra chave vai estar em todos os locais: nome do produto, h1 e url.

Outro ponto importante que você precisa preencher é a parte de SEO do seu produto:

 

A tag title vai ser a sua palavra-chave. Na meta tag description utilize um texto de até 170 caracteres que seja uma chamada convidando a pessoa a clicar no seu resultado do Google. Nesse texto a palavra-chave deve aparecer uma ou duas vezes.

O texto que usei foi este:

Legging Preta acesse e conheça AGORA . Material de extrema qualidade, uma delícia de vestir! A melhor Legging Preta que você já usou! clique e conheça AGORA

Você pode ver que ficou um texto com duas chamadas para a ação (sublinhado) e duas vezes a palavra-chave (em negrito).

Outro fato importante é que você não precisa colocar as meta tag keywords, pois o Google não usa isso desde 2009, como você pode ver nesse artigo aqui do blog de webmaster do Google.

  1. Fotos e vídeos

Um coisa que muita gente se esquece quando está vendendo pela internet é que quando o cliente está fazendo compra online ele não está comprando um produto… Ele está comprando fotos e vídeos de um produto.

Isso quer dizer que, o seu produto pode ser o produto mais incrível do mundo, porém se as suas fotos forem ruins o produto vai ser ruim na cabeça do cliente, por isso é muito importante ter o maior número possível de imagens do seu produto e imagens muito boas!

Além disso, você precisa ter vídeo(s) do seu produto! Com o vídeo você pode passar uma experiência mais real de como é o seu produto, como é usá-lo, que problemas ele resolve…

Outro ponto: o Google também adora conteúdo! Fotos originais e vídeos originais vão te dar muitos pontos no buscador e vão te ajudar a indexar melhor nos resultados de busca normais, no Google Imagens e no Youtube.

Ah! Sem falar é claro, que se você fizer um vídeo bem legal é provável que o vídeo acabe indexando melhor que a sua loja virtual em um primeiro momento. O que é muito bom!

Muita gente utiliza fotos de fabricantes e isso é ruim por dois motivos:

1) O usuário vai acessar 20 sites e eles vão ser iguais, com as mesmas fotos e os mesmos vídeos… Tudo igualzinho fornecido pelo fabricante. Quando tudo é igual, o que o cliente vai preferir? Isso mesmo, o preço…

2) Quando usamos conteúdo fornecido pelo fabricante, o Google reconhece isso e ele simplesmente acaba ignorando as nossas páginas de produto. Não quer dizer que o google vai te penalizar, ele, simplesmente, vai ver que o seu conteúdo é repetido e não vai indexar você.

Acredite hoje quando todo mundo tem um celular, com um pouquinho de estudo e treino é tranquilo de fazer fotos originais e muito boas dos seus produtos.

Eu não economizo nas fotos dos produtos, nas artes e nos materiais feitos por um designer profissional para demonstrar o máximo de qualidade nos produtos. Recomendo que você tenha muitos materiais e fotos:

Para esse produto em questão eu tenho 16 imagens: várias imagens de produtos nas duas modelagens, guia de medidas, diferenciais, qualidade, modelagem e banners linkando para os kits de produto… Como falei eu não economizo fotos!

O legal é você subir as imagens com a palavra-chave separadas por traços “-”. No nosso exemplo acima vai ficar desta forma:

legging-preta-1.jpg
legging-preta-2.jpg
legging-preta-3.jpg
legging-preta-4.jpg

Um ponto importante: você precisa ver se a sua plataforma faz a tag “Alt” nas imagens. Boas plataformas fazem isso automaticamente com o nome do produto. Isso também te ajuda a aparecer rapidinho no Google organicamente!

Você também pode carregar vídeos facilmente desde que os tenha subido no Youtube. É só pegar a Url do vídeo no youtube. No meu caso coloquei junto com os thumbs das imagens e na descrição do produto.

 

No próximo artigo encerraremos o conteúdo falando sobre Descrição de Produtos, Produtos Relacionados e Comentários de produtos.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.