Como fazer uma página de descrição de produtos épica para sua loja virtual (Parte 2)

por Marcio Eugênio Quarta-feira, 06 de setembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

No primeiro artigo falamos sobre a importância de investir tempo para criar páginas de descrição de produtos ÉPICAS (se você não leu o primeiro artigo clique aqui). Também ensinamos um passo-a-passo para escolher a palavra-chave que você vai usar e quais ferramentas gratuitas(como Google Trends e Keywordtool.io) podem ajudá-lo neste processo. Hoje vamos falar sobre estrutura de categoria, onde colocar a palavra-chave e como as imagens e vídeos impactam a experiência do consumidor.

2. Estrutura de categoria

Existem 1000 teorias de como se montar uma árvore de categorias. Quando você tem milhares de produtos e dos mais variados tipos, faz muito sentido estudar isso a fundo e investir um bom tempo para saber qual caminho a seguir no seu tipo de negócio, porém quando se tem uma pequena empresa que está começando vamos ter poucos produtos, logo, poucas categorias e não faz sentido investir muito tempo nisso. 

Por isso, vou te dar o melhor caminho para quem está começando. Assim você não vai levar muito tempo e vai criar uma estrutura exatamente como os seus clientes e usuários entendem, pensam e principalmente buscam, quando estão querendo comprar o que você vende.

Para explicar essa parte de categorias, o exemplo da “legging preta” não é o mais indicado. Para exemplificar melhor vou usar exemplo de outro produto e outra palavra-chave que acredito ser bem melhor.

Fiz uma nova busca no keyowrd planner usando palavras relacionadas a “legging preta plus size” e tive os seguintes resultados:

Você pode ver que em volume de buscas temos a seguinte ordem das palavras-chave:

  • Legging -> 12.100 buscas mensais;
  • Legging Plus Size -> 170 buscas mensais;
  • Legging Preta Plus Size -> 10 buscas mensais;

Ou seja, está aí a nossa árvore de categorias para as leggings Plus size:

  • Legging > Categoria;
  • Legging Plus Size > Subcategoria;
  • Legging Preta Plus Size > Produtos

Viu como ficou mais fácil de entender a estrutura de categorias usando a forma como o cliente busca e pensa?

Manter a hierarquia das categorias e produtos é algo fundamental para os resultados nas buscas orgânicas, por isso, sempre crie as categorias tomando cuidado com as urls para que elas expressem exatamente a mesma árvore de categorias que você tem e com a url “mais limpa” possível.

 

Uma coisa que às vezes as pessoas têm um pouco de dificuldade é na hora de criar a subcategoria, por que antes elas tem que criar a categoria.

No nosso exemplo acima depois que a gente criou a categoria “Legging”, é só a gente ir criar outra categoria “Legging Plus Site” e dizer que ela vai ser filha da categoria Legging.

Feito isso agora vamos cadastrar o produto!

  1. Onde colocar a palavra-chave?

A dica aqui é fácil: coloque a palavra-chave em todos os lugares, simples assim:

Dentro do cadastro do produto a nossa palavra chave vai estar em todos os locais: nome do produto, h1 e url.

Outro ponto importante que você precisa preencher é a parte de SEO do seu produto:

 

A tag title vai ser a sua palavra-chave. Na meta tag description utilize um texto de até 170 caracteres que seja uma chamada convidando a pessoa a clicar no seu resultado do Google. Nesse texto a palavra-chave deve aparecer uma ou duas vezes.

O texto que usei foi este:

Legging Preta acesse e conheça AGORA . Material de extrema qualidade, uma delícia de vestir! A melhor Legging Preta que você já usou! clique e conheça AGORA

Você pode ver que ficou um texto com duas chamadas para a ação (sublinhado) e duas vezes a palavra-chave (em negrito).

Outro fato importante é que você não precisa colocar as meta tag keywords, pois o Google não usa isso desde 2009, como você pode ver nesse artigo aqui do blog de webmaster do Google.

  1. Fotos e vídeos

Um coisa que muita gente se esquece quando está vendendo pela internet é que quando o cliente está fazendo compra online ele não está comprando um produto… Ele está comprando fotos e vídeos de um produto.

Isso quer dizer que, o seu produto pode ser o produto mais incrível do mundo, porém se as suas fotos forem ruins o produto vai ser ruim na cabeça do cliente, por isso é muito importante ter o maior número possível de imagens do seu produto e imagens muito boas!

Além disso, você precisa ter vídeo(s) do seu produto! Com o vídeo você pode passar uma experiência mais real de como é o seu produto, como é usá-lo, que problemas ele resolve…

Outro ponto: o Google também adora conteúdo! Fotos originais e vídeos originais vão te dar muitos pontos no buscador e vão te ajudar a indexar melhor nos resultados de busca normais, no Google Imagens e no Youtube.

Ah! Sem falar é claro, que se você fizer um vídeo bem legal é provável que o vídeo acabe indexando melhor que a sua loja virtual em um primeiro momento. O que é muito bom!

Muita gente utiliza fotos de fabricantes e isso é ruim por dois motivos:

1) O usuário vai acessar 20 sites e eles vão ser iguais, com as mesmas fotos e os mesmos vídeos… Tudo igualzinho fornecido pelo fabricante. Quando tudo é igual, o que o cliente vai preferir? Isso mesmo, o preço…

2) Quando usamos conteúdo fornecido pelo fabricante, o Google reconhece isso e ele simplesmente acaba ignorando as nossas páginas de produto. Não quer dizer que o google vai te penalizar, ele, simplesmente, vai ver que o seu conteúdo é repetido e não vai indexar você.

Acredite hoje quando todo mundo tem um celular, com um pouquinho de estudo e treino é tranquilo de fazer fotos originais e muito boas dos seus produtos.

Eu não economizo nas fotos dos produtos, nas artes e nos materiais feitos por um designer profissional para demonstrar o máximo de qualidade nos produtos. Recomendo que você tenha muitos materiais e fotos:

Para esse produto em questão eu tenho 16 imagens: várias imagens de produtos nas duas modelagens, guia de medidas, diferenciais, qualidade, modelagem e banners linkando para os kits de produto… Como falei eu não economizo fotos!

O legal é você subir as imagens com a palavra-chave separadas por traços “-”. No nosso exemplo acima vai ficar desta forma:

legging-preta-1.jpg
legging-preta-2.jpg
legging-preta-3.jpg
legging-preta-4.jpg

Um ponto importante: você precisa ver se a sua plataforma faz a tag “Alt” nas imagens. Boas plataformas fazem isso automaticamente com o nome do produto. Isso também te ajuda a aparecer rapidinho no Google organicamente!

Você também pode carregar vídeos facilmente desde que os tenha subido no Youtube. É só pegar a Url do vídeo no youtube. No meu caso coloquei junto com os thumbs das imagens e na descrição do produto.

 

No próximo artigo encerraremos o conteúdo falando sobre Descrição de Produtos, Produtos Relacionados e Comentários de produtos.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.