Acesso rápido

Como anunciar no Google Adwords garantindo a conversão em 6 passos

por Vinícius Guimarães Quarta-feira, 07 de fevereiro de 2018   Tempo de leitura: 7 minutos

Você sabe como anunciar no Google para aumentar as taxas de conversão do seu e-commerce? Pois esse é o principal desafio para quem tem um negócio online. Afinal, com o aumento da concorrência nessa área, é importante ter estratégias que impactem o resultado do negócio de forma mais efetiva. Mas como?

Na prática, quem pretende trilhar esse caminho deve entender, em primeiro lugar, a necessidade de integrar as estratégias no ambiente digital. E fique atento, porque os investimentos em anúncios pagos no Google e nas demais plataformas online não funcionam de maneira isolada!

Desde a escolha da plataforma até a otimização do site, passando por ações de divulgação do negócio, tudo deve ser pensado tomando como base a jornada de compra do cliente. Assim, quanto mais entendemos o comportamento do público, maiores se tornam as chances de abordarmos a pessoa certa, no melhor momento e com a mensagem mais adequada.

Interessado em entender como os anúncios no Google podem contribuir para impulsionar as vendas do seu e-commerce? Continue a leitura do artigo e veja o que você deve fazer para que isso funcione na prática!

  1. Diversifique suas estratégias 

Independentemente do perfil do público, é fato: os serviços de busca funcionam como porta de entrada para a internet. No caso específico do Brasil, o Google tem a liderança absoluta das pesquisas online, com praticamente 100% de participação. É mais que natural, portanto, que todo mundo queira figurar nas primeiras páginas de busca do Google!

Para esse sonho se transformar em realidade, um dos caminhos é a busca orgânica. No entanto, por mais sensacionais que sejam as técnicas de SEO aplicadas ao conteúdo produzido pela loja, leva tempo. Aí é que entra a importância do Google AdWords, assegurando mais visibilidade para as mensagens não apenas nas páginas de busca como também nos sites parceiros do Google — rede display.

Tudo bem que nos próximos tópicos vamos explicar como é possível melhorar as estratégias de otimização da mídia no Google, mas, neste momento, registre a seguinte informação: por mais que esse investimento seja importante, ele deve ser combinado com as demais possibilidades de mídia paga, como Facebook Ads, Google Shopping e e-mail marketing.

  1. Trabalhe anúncios de topo e meio de funil 

Como comentamos brevemente, é impossível chegar a bons resultados de vendas pela internet sem considerar a jornada de compra do cliente. Nesse contexto, é fundamental que os anúncios consigam atender às diferentes demandas do consumidor.

Para o cliente que ainda está na fase de descoberta, por exemplo, anunciar no AdWords vai ajudar a conferir mais visibilidade àqueles conteúdos produzidos para solucionar as dúvidas dos usuários. Nesse caso, além do Google, é importante analisar também as possibilidades oferecidas pelas redes sociais. A lógica é simples: depois de conseguir mais alcance para a mensagem, novas oportunidades de negócios surgem.

Ainda que o cliente nessa fase não esteja pronto para o fechamento da venda, o contato pode ser aproveitado para assegurar a devida nutrição daquele lead. Em outras palavras: a empresa vai explorar a oportunidade para obter mais informações sobre o cliente ou mesmo obter seu endereço de e-mail, o que viabiliza uma comunicação mais direta na próxima fase.

Por outro lado, considerando as pessoas que já tiveram contato com a marca e estão, portanto, mais à frente no funil de vendas, a mídia paga tem outra função: reforçar as ofertas. Nesse caso, uma estratégia fundamental é o remarketing. Ao instalar pixel na sua loja virtual, é possível analisar os interesses dos visitantes, direcionando as ofertas de acordo com a demanda. Os clientes serão impactados pelo anúncio em diversos locais.

Outra forma de trabalhar com os consumidores que estão mais adiantados no funil é por meio da compra de palavras-chave exatas. Levando em conta que a pessoa já sabe o que quer, fica mais fácil tentar capturar sua atenção dessa forma. Na verdade, você pode distribuir os investimentos para empregar as 2 estratégias, fazendo testes para ver o que funciona melhor para sua loja.

  1. Escolha palavras-chave estratégicas 

O planejamento de palavras-chave tem um peso decisivo no sucesso (ou no fracasso) das campanhas no AdWords. Um detalhe importante: a eficiência desse trabalho está diretamente relacionada ao conhecimento reunido sobre o comportamento do público-alvo.

Quanto mais informações você tiver sobre as palavras mais buscadas para os produtos disponíveis na sua loja, mais certeira será sua abordagem e, claro, os resultados obtidos. Para obter esses dados o recomendado é usar a própria plataforma do Google e aproveitar as facilidades de configuração dos anúncios para experimentar novas possibilidades.

  1. Analise o trabalho da concorrência 

Ainda pensando na sua estratégia de escolha para palavras-chave, não deixe de monitorar de perto os concorrentes. Analise as descrições usadas pela concorrência, porque, para ter uma estratégia bem-sucedida, não se deve repetir os termos. O ideal é buscar um caminho diferente, não correndo o risco de desperdiçar verba. O desafio nesse caso é conseguir ranquear melhor nas buscas!

  1. Faça uma segmentação rica em detalhes 

Tanto no Google como nas redes sociais, o anunciante tem inúmeras possibilidades em termos de segmentação. Não faz sentido, assim, restringir o trabalho apenas às referências sociodemográficas do público-alvo!

Pensando nas palavras-chave, além de direcionar o anúncio para quem pesquisou determinada expressão ou termo, não deixe de usar o recurso de negativar palavras. Se a ideia é fazer uma oferta de telefone celular, por exemplo, é válido negativar “telefones com problema”. Com isso, você não corre o risco de ter que pagar por um clique não relacionado à sua oferta.

  1. Planeje o ROI com base no orçamento 

A análise do Return on Investment (ROI) é essencial para quem deseja ter um negócio saudável. Pode parecer óbvio, mas não custa ressaltar: sem avaliar o retorno financeiro de seus investimentos em mídia, a loja corre o risco de ter um custo muito elevado na aquisição de clientes, o que impactará sua margem de lucro.

O cálculo do ROI é simples: subtraia dos ganhos obtidos o valor do seu investimento inicial e divida esse número pelo montante do investimento inicial. Para obter o valor em termos de porcentagem, multiplique o resultado por 100. Assim, se você gastou 3 mil reais em determinada ação e ganhou 20 mil graças a ela, seu ROI é de 566%.

Acompanhar esses indicadores de perto é simplesmente essencial para você conseguir identificar quais são os investimentos que valem mais a pena para seu negócio em termos financeiros.

Como você viu, saber como anunciar no Google para aumentar a conversão não é uma tarefa tão simples, porque exige atenção a muitos detalhes. Porém, o resultado é mais que compensador!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.