Como a tecnologia pode ajudar na construção da sua reputação da marca

por Dean Coclin Terça-feira, 30 de junho de 2020   Tempo de leitura: 9 minutos

A pandemia de Covid-19 acelerou, e muito, o processo de digitalização dos negócios. De uma hora para a outra, muitas empresas tiveram que fechar as portas de seu espaço físico e seguir para o mundo digital. Como todo ciclo de negócio, este é um momento de aprendizado para novos empreendedores digitais. Marketing, vendas, transações financeiras… Como fazer tudo isso na internet? E, ainda, como mostrar para os consumidores que sua plataforma é um ambiente protegido?

Trabalho com segurança digital há quase 24 anos e vou compartilhar com você um pouco da minha experiência adquirida trabalhando com organizações de todos os tamanhos, de pequenos negócios até grandes corporações. Você verá como a proteção de sua marca, seus clientes e sua reputação estão altamente conectados à tecnologia e, portanto, à segurança digital.

Então, você começou a sua companhia — ou já possui uma — e quer expandi-la para a internet. Mas como mostrar para o público que seu site, principalmente se for de compras, é confiável? A resposta é: investir em validação de identidade. O consumidor precisa saber que está em um ambiente seguro e que tem os certificados necessários. Abaixo, listei os três passos essenciais da segurança digital e que ajudarão você nesse processo. Espero que goste!

1 – Sempre mostre ao seu cliente que você é realmente você

Sei que isto pode soar estranho, mas com tantos golpes por aí é primordial dar ao clinete a garantia de que você é você de fato. A melhor maneira de fazer isso é validando sua identidade com certificados TLS, tecnologia padrão para manter uma conexão segura à internet. São eles que protegem quaisquer dados enviados entre dois sistemas, dificultando que criminosos leiam e modifiquem qualquer informação transferida, incluindo as confidenciais. Os dois sistemas podem ser um servidor e um cliente (um site e um navegador de compras) ou um servidor para servidor (um aplicativo com informações de identificação pessoal e um com informações da folha de pagamento).

Existem três tipos de certificados TLS. Os certificados de Validação de Domínio (DV) fornecem criptografia, mas falham na próxima etapa na validação da identidade da organização. De fato, muitos cibercriminosos usam certificados DV para se passar por sites oficiais, e é aí sua empresa que sai prejudicada. Por esse motivo você deve proteger sua marca usando certificados de alta garantia e que exigem verificações adicionais.

Ao validar sua identidade com os TLS de Validação da Organização (OV) e Validação Estendida (EV), você prova sua legitimidade aos olhos do seu cliente. Esses certificados TLS de alta garantia submetem sua organização a verificações rigorosas antes de serem emitidos — a fim de fornecer garantias adicionais, como listar o nome e o local da companhia, para assegurar que os consumidores sejam autênticos.

Os certificados EV oferecem a mais forte garantia de identidade, proteção de marca e proteção do usuário, aproveitando os métodos de autenticação comprovados e altamente confiáveis. Os requisitos de VE garantem que seus certificados sejam emitidos apenas para sua marca por indivíduos autorizados, além de identificar completamente o solicitante e a entidade que faz as solicitações, impedindo a fraude e permitindo que seus clientes transitem com confiança. Os certificados de alta garantia não apenas fornecem segurança abrangente do site e proteção robusta contra os ataques, mas também provam que você é exatamente quem você diz ser.

2 – Sua identidade é muito importante e deve estar em todos os lugares

Se você está em busca de reputação de marca, deve esquecer o e-mail pessoal para se comunicar com clientes e fornecedores. Ter um com o nome da sua empresa é essencial para qualquer organização, seja ela pequena, média ou grande. O endereço personalizado dá credibilidade aos clientes e fornecedores e permite a inserção de uma assinatura profissional.

O correio eletrônico corporativo é aquele em que o nome do negócio aparece no endereço: joao@nomedaempresa.com.br. Como você pode ver, ele transmite mais profissionalismo e seriedade do que um pessoal, como joao@xmail.com. Isso pode até influenciar as taxas de abertura de mensagem e facilitar o controle de acesso dentro da empresa.

O uso do e-mail comercial permite rastrear dados que entram e saem e precisam ser protegidos contra os ataques cibernéticos. Como seu negócio será identificado pelas mensagens, é preciso ter atenção redobrada com a segurança. Isto porque em caso de uma ação cibercriminosa ele será percebido pelos demais como a fonte do malware, o que pode prejudicar a reputação da sua companhia e levar a perdas financeiras.

Ao implementar certificados digitais para assinatura de código e aplicativo, documentos e e-mails, você pode garantir aos clientes e parceiros a integridade do material que eles recebem. Se seus ativos ficarem comprometidos, seus destinatários serão alertados e não serão mais associados à sua empresa. Isso interrompe o uso de sua identidade para a propagação de malware.

Existem no mercado soluções que simplificam a segurança da comunicação por correio eletrônico de assinatura de documentos. Com configurações flexíveis de perfil de certificado e métodos de inscrição, você pode implementar e impor rapidamente a política de segurança exigida por seu negócio. Algumas dessas soluções permitem ao usuário gerenciar seu caminho, seja na nuvem, no dispositivo ou em ambiente híbrido.

3 – Não se esqueça dos dispositivos Internet das Coisas

Segundo a pesquisa “Número de dispositivos IoT conectados em todo o mundo”, conduzida pelo Statista, um respeitado portal online alemão de estatística, até 2025 haverá cerca de 75,44 bilhões de dispositivos conectados. Com o trabalho remoto ganhando espaço, esse número pode ser ainda maior, e a segurança deve ser uma das principais preocupações neste caso.

Ao implantar certificados digitais e PKI, os fabricantes podem estabelecer a identidade do dispositivo para suas máquinas Internet das Coisas. Isso ajuda os fabricantes a rastreá-los e fornecer atualizações do sistema conforme necessário para manter uma segurança forte. Equipamentos desconhecidos ou não autorizados podem ser evitados ou restritos, minimizando o risco de ataques cibernéticos.

Procure uma solução que permita ligar a identidade baseada em certificado aos seus dispositivos IoT centralmente; atribuir, definir e controlar a identidade baseada em criptografia para cada um dos deles em sua rede. Se você tiver uma indústria, ao estabelecer a identidade de dispositivos no chão de fábrica cria-se outra camada de segurança, reduzindo assim o risco para os usuários finais.

Como você viu, a confiança e a identidade de valor podem ajudar seu negócio a prosperar. E se você deseja manter o bom trabalho que sua empresa vem fazendo offline no mundo online, é melhor apostar em soluções que possam validar a identidade da sua empresa com seus clientes, provar a legitimidade do seu site, garantir acesso seguro à rede e investir na construção da confiança do cliente. Essas foram as três primeiras dicas que ajudarão você a construir a reputação da sua empresa na Internet e apoiarão o sucesso de seus negócios. Voltarei em breve com mais valiosas dicas — não perca!


Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.