Acesso rápido

Clubes de assinatura: um mercado de R$1 bilhão

por Tiago Girelli Segunda-feira, 12 de agosto de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Era muito comum ouvir falar, há alguns anos, sobre as oportunidades de se investir no modelo de clube de assinatura, baseado na recorrência de compra e pagamento. Principalmente no final da primeira década dos anos 2000, começaram a surgir muitos exemplares dessa modalidade de negócios, ao mesmo tempo em que acontecia a popularização definitiva do e-commerce no país.

Após o boom’ inicial, muitas operações de assinatura fecharam as portas por não conseguirem manter a sustentabilidade de sua proposta e se adaptarem a um mercado tão competitivo. No entanto, passados alguns anos dessa primeira onda, o modelo de clube de assinatura permanece mais forte do que nunca. Quem soube aproveitar a oportunidade e construir uma estratégia que fosse compatível com os anseios do seu público, conseguiu alcançar grandes resultados.

Atualmente, estima-se que o mercado de clubes de assinatura movimente R$1 bilhão por ano no Brasil. Em um momento em que o comércio eletrônico segue em ascendência, essa se mostra uma excelente oportunidade de alcançar novos públicos, a partir de uma experiência personalizada e diferenciada. Se o cenário é favorável para quem deseja ingressar no mundo das subscrições, para quem já tem uma operação ativa de e-commerce essa pode ser uma chance de ouro. 

Por meio do profundo entendimento das necessidades dos seus clientes — ou até mesmo de outros públicos ainda inexplorados que podem se beneficiar dessa proposta — é possível usufruir de uma série de benefícios, que vão desde a fidelização de consumidores e previsibilidade de faturamento mensal até um aumento considerável de Customer Lifetime Value (CLV).

Para todos os nichos

Engana-se quem acredita que a adoção de uma estratégia de assinaturas está restrita apenas a alguns segmentos do mercado. Nos Estados Unidos, por exemplo, onde esse mercado já está consolidado há anos, é possível encontrar clubes que vão desde materiais de barbearia até kits de cortes exclusivos de carnes feitos por chefs.

As possibilidades são inúmeras. No entanto, para saber como explorá-las, é fundamental ter uma compreensão exata do seu mercado de atuação e dos anseios e desejos do seu público.

Para quem já está no e-commerce há algum tempo, sempre é possível testar hipóteses por meio de promoções de tempo limitado com pacotes exclusivos. Assim, é possível perceber tanto qual a resposta dos seus clientes para esse tipo de iniciativa, quanto quais são os principais gargalos na infraestrutura atual de e-commerce. Nesse sentido, alguns componentes são fundamentais para viabilizar esse tipo de operação.

1. Negociação com fornecedores e parceiros logísticos

É preciso garantir que haverá estoque disponível não só para atender à rotina atual da loja, como dos produtos selecionados para os pacotes de subscrição. Como personalização e novidade são alguns elementos importantes para a experiência nesse tipo de modelo, é fundamental buscar itens diferenciados para surpreender seus clientes mês a mês — o que pode exigir a procura por fornecedores adicionais.

Além disso, a entrega dentro do prazo esperado é um fator determinante para a satisfação dos inscritos. Assim, pode ser necessário firmar parcerias com novas transportadoras e até mesmo planejar uma estratégia logística diferente para esse tipo de pedido.

2. Comunicação personalizada

Principalmente para aqueles que já mantêm operação online há algum tempo, é essencial que sua base atual de clientes fique sabendo sobre o novo serviço e quais os principais diferenciais oferecidos por ele. Assim, além dos benefícios inerentes ao modelo de clube de assinatura, como personalização e exclusividade, é possível unir estratégias com o que já acontece na sua loja virtual.

Oferecer descontos especiais para assinantes, redução no valor do frete, entregas mais rápidas e brindes exclusivos é uma forma de deixar essa opção mais atrativa e formar a primeira base de inscritos a partir de quem já compra de você.

3. Tecnologia especializada

Por fim, é importante verificar se sua plataforma de e-commerce atual oferece a possibilidade de recorrência de compras. O ideal é que essa seja uma opção nativa ao sistema utilizado, possibilitando que você teste o modelo de negócios sem precisar fazer grandes investimentos adicionais na contratação de novos serviços e outros pacotes.

Esse é, inclusive, um fator que deve ser levado em consideração já na escolha de qual plataforma usar em sua loja virtual, mesmo que você não tenha pretensão inicial de trabalhar com assinaturas. Esse é, sem dúvidas, um mercado em ascensão e que promete oferecer muitas possibilidades em uma época em que conforto, personalização e facilidade são ativos cada vez mais valorizados pelos consumidores.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.