Projeto mantido por:

Cinco estratégias para começar seu e-commerce agora

por Daniel Frantz Sexta-feira, 03 de maio de 2019   Tempo de leitura: 8 minutos

Se você chegou até aqui, é porque está pensando em criar um e-commerce, correto? Então, leia este artigo até o final e confira cinco estratégias preciosas para iniciar seu negócio.

Dica importante: antes de você desenvolver todos os passos abaixo, como abrir empresa e ter sua própria loja virtual, você deve validar o seu produto. Essa validação pode ser feita através de marketplaces e redes sociais. Com isso, você consegue validar de forma rápida e gastando muito pouco.

Como saber se meu produto está validado?

Existem algumas perguntas que você deve responder para ter a validação, como:

  • Nível de dificuldade na venda
  • Feedback dos clientes
  • Quantidade dos pedidos
  • Investimento x Vendas

1 – Planejamento

Pode parecer clichê (e de certa forma é!). Porém, é preciso reconhecer que sem planejamento não é possível chegar muito longe em qualquer área de atuação, principalmente quando se trata de um negócio.

Sem um planejamento eficaz, você acabará investindo seu tempo de forma errada, tomando decisões erradas e, consequentemente, comprando coisas erradas. O que fatalmente te fará ter sérios prejuízos.

Para evitar tais prejuízos, listamos três procedimentos simples e eficientes para a elaboração do planejamento adequado.

Escolha do nicho

Se especialize em algo que você goste. Sim, temos aqui outro clichê!

Escolha um nicho que te faça ter prazer de trabalhar. Gostar de um mercado e se especializar nele, é o que te manterá focado e motivado, especialmente nos momentos difíceis.

Mas tenha sabedoria para realizar essa escolha. Pois, digamos que você decida vender eletrodomésticos, é um mercado que tem alta demanda. Contudo, você tem dinheiro suficiente para montar um estoque? E mais: você realmente quer ser concorrente do Submarino e da Americanas?

Entendemos que neste início, você esteja ansioso desejando obter alta lucratividade, entretanto, ter um pouco de cautela e analisar os riscos é fundamental.

Procurar fornecedores

Se tratando de uma estratégia para começar seu e-commerce é imprescindível dar especial atenção à escolha de seus fornecedores.

Possuímos basicamente, duas formas de procura: Online e Offline. Para essas duas maneiras, temos quatro categorias de busca:

  • Fornecedores
  • Distribuidores
  • Importadores
  • Fabricantes

A pesquisa online ocorrerá através de mecanismos de busca e redes sociais. Já a offline, deverá ser realizada de maneira física. Vá aos lugares, esteja presente e converse (muito) com as pessoas.

Perceba que o Brasil possui inúmeras localidades que são pólos de segmentos específicos de fabricação e vendas de produtos.

São Paulo, por exemplo, tem a região do Brás e a 25 de Março que são referências no mercado da moda e vestuário, bem como a região Serrana do Rio. Enfim, nosso país possui várias opções para você conseguir localizar fornecedores no segmento desejado.

Outra excelente opção offline é visitar feiras e congressos. Nestes eventos, há sempre a exposição de bons produtos e a presença de bons produtores. Sem contar que é uma excelente oportunidade para fazer network e divulgar sua loja.

Defina sua persona

Quem será seu cliente? Qual o seu público alvo? Qual é a faixa etária e principais gostos?

Ao responder estas perguntas, crie um mapa de empatia para identificar as características, necessidade, problemas e dores para então, definir sua persona. Desta forma, você irá conseguir impactar o cliente certo, com o produto certo e com a abordagem correta.

2 – Construa a estrutura do seu negócio

Já está definida qual modalidade empresarial será seu e-commerce? Será MEI ou Microempresa?

Antes que você responda mentalmente, gostaríamos de te alerta para o fato do MEI ter o limite de faturamento anual de R$ 81.000,00 (oitenta e um mil reais), ou seja, terá que ficar preso a esse valor. Se você acha que por estar começando não irá faturar valor mais alto, talvez esta seja uma boa opção.

Depois de definir qual será a modalidade de sua empresa, é necessário providenciar seu CNPJ, para que somente após, consiga cadastrar seus fornecedores, ter acesso a preços e montar seu estoque.

E, então, chegamos a fase de montar seu e-commerce. Defina quais serão as formas de pagamento e os procedimentos de envio e recebimento das mercadorias.

Entenda que ao possuir uma estrutura montada, você terá condições de tirar seu negócio do papel.

3 – Crie audiência

Sem qualquer receio de erro, afirmamos que esta é a parte mais importante do negócio. Haja vista que com a estrutura desenvolvida, você tem tudo pronto para vender. Todavia, ninguém conhece os produtos que você tem a oferecer.

Ter um e-commerce por si só não atrai compradores. Portanto, chegou a hora de se dedicar ao desenvolvimento de estratégias para atuação nos canais virtuais.

Crie um Instagram, uma fanpage no Facebook e faça bom uso whatsapp. Se possível, integrando-o a outras plataformas de vendas, como por exemplo, o Mercado Livre.

Construa audiência, ofereça conteúdos de qualidade para seu público, investindo na criação de engajamento. Assim, seu negócio se tornará relevante e competitivo no mercado e, claro, gerando vendas.

4 – Atendimento

Tendo seus produtos divulgados de maneira eficiente, naturalmente as vendas acontecerão. Deste modo, é essencial estabelecer a melhor forma de atender seus clientes.

Crie um e-mail profissional

Crie um script de atendimento no WhatsApp. Recomendamos o uso da ferramenta em sua versão Business.

Separe horários de seu dia para interagir com sua audiência, responda comentários e mensagens nas redes sociais, verifique se há em seu site a possibilidade de inserir o recurso de chat online. Mas lembre-se: havendo esta opção, tenha alguém disponível para responder as mensagens.

Tenha esses processos muito bem definidos para que passem uma mensagem profissional e agrega credibilidade ao seu e-commerce.

5 – Impulsão

Sejamos sinceros, fazer uma venda hoje e outra daqui dez dias não vai te fazer mudar de vida.

Para manter e/ou impulsionar suas vendas, identifique os pontos da sua comunicação, do marketing digital e seu conteúdo que está gerando mais vendas e impulsione essas ações.

Aposte em boas estratégias no Google Adwords, bem como publicidade no Facebook e Instagram Ads. Venda para perfis parecidos com os que realizaram compra anteriormente. Use o algoritmo a seu favor.

Bom, essas são algumas estratégias primordiais para iniciar seu e-commerce agora. Esperamos que você tenha gostado e que estas sejam úteis.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER