Projeto mantido por:

Cinco cuidados essenciais para não perder a base de contatos

por Jasmin de Sousa Freitas Segunda-feira, 24 de setembro de 2018   Tempo de leitura: 8 minutos

Quando você tem uma estratégia de e-mail marketing e nutrição de leads, uma das suas maiores preocupações é não perder a base de contatos, principalmente uma consistente, pois é a partir dela que você vai obter resultados melhores, fidelizar o público e realizar novas vendas.

Mais que isso, é a lista de e-mails atualizada e engajada que garante eficiência à sua estratégia. Ainda assim, é comum perder cerca de 25% dos contatos por ano, segundo dados divulgados pela We Do Logos. Então, como resolver esse problema?

Existem diversas ações que podem ser adotadas a fim de garantir a saúde da sua base de contatos. Neste post, vamos apresentar cinco cuidados necessários e mostrar a importância desse recurso para os resultados a serem alcançados.

Então, que tal saber mais?

A importância da lista de contatos atualizada

Criar uma base de contatos é um verdadeiro desafio, e quando se consegue, é uma grande conquista. Por isso, é fundamental nutrir esses usuários e garantir que eles estejam satisfeitos com os conteúdos enviados.

É importante ter em mente que a qualidade da base de contatos relaciona-se diretamente com a permissão repassada por esses indivíduos para receber os conteúdos. Por isso, não compre uma lista já pronta, pois ela trará mais efeitos negativos do que positivos.

Além disso, diversos fatores interferem nessa questão, como mudanças de emprego e descadastramento de bases. Portanto, o ideal é buscar uma constante atualização e novos contatos. Esse processo contínuo traz mais eficiência, especialmente quando é bem estruturado e segmentado.

Quais são os cinco cuidados essenciais para não perder a base de contatos?

Nesse momento, você já entendeu a importância de trabalhar e revisar a sua lista de endereços, bem como de atualizá-la e perseguir novos contatos para manter a média ano a ano. Porém, também é preciso saber quais cuidados são necessários nesse processo. Confira os principais a seguir:

Mantenha uma periodicidade saudável de envios

Algumas empresas adotam o envio diário de e-mails, mas essa é uma prática pouco recomendada. O ideal é manter uma periodicidade saudável, que encaminhe o potencial cliente em sua jornada de compras e demonstre por que os seus produtos e serviços são a solução para o problema que ele tem.

Perceba que a frequência dos envios impacta diretamente o relacionamento com o cliente no longo prazo. Especialmente porque, quando é elevada, costuma incomodar os leitores e gerar uma queda constante dos assinantes.

Da mesma forma, poucas mensagens acabam com a nutrição esperada e deixam de fortalecer o relacionamento entre lead e marca.

O resultado dos dois excessos? Descadastramento, marcação da mensagem como spam e prejuízos à entregabilidade da lista. A questão é: como definir a melhor frequência de envios? Pode ser uma vez por mês, por semana, a cada dois dias… na verdade, tudo depende de quem receberá o e-mail.

Por isso, há três critérios que ajudam a determinar a frequência:

  • Objetivo do e-mail. Por exemplo: uma newsletter de eventos semanais requer 1 envio por semana;
  • Preferência dos contatos, que podem ser obtidas por enquetes, entrevistas, opiniões etc.;
  • Total de cancelamentos, que quando é muito alto, indica problemas na política de envio.

Promova interação sempre que possível

O engajamento é um requisito indispensável para o e-mail marketing. Ele é fomentado por meio da interação e pode resultar em aproximação, empatia e fidelização — tudo o que sua empresa deseja. Por isso, é importante ter sempre em mente: alcançar a caixa de entrada é o começo.

O principal é entender qual foi o comportamento do usuário depois de receber a mensagem. Sendo assim, é imprescindível analisar dados dos relatórios das campanhas, como taxa de abertura, número de cliques, pedidos de cancelamentos e reclamações por spam.

Para promover a interação, uma das principais estratégias é ofertar conteúdo relevante para a persona. O título do e-mail, o texto e o layout precisam ser condizentes e personalizados para aquele grupo de pessoas com interesses em comum.

Também é recomendado criar expectativas para as próximas mensagens, estabelecer uma proximidade por meio de um relato da sua experiência e fazer um call-to-action apropriado. Tudo isso é compreendido como um sinal positivo para o leitor, que tende a realizar a ação indicada.

Envie conteúdo realmente relevante

Um dos requisitos principais de uma estratégia de e-mail marketing é segmentar a base de contatos. Essa ação permite separar os leads em subgrupos que levam em consideração interesses e características em comum.

Assim, é possível direcionar o assunto para ele efetivamente interessar o contato.

Então, lembre-se que o assunto é um elemento altamente importante para a permanência dos inscritos. Ao mesmo tempo, o usuário pode indicar a sua marca para amigos, familiares e conhecidos; com isso, a aumenta a possibilidade de eles também entrarem no seu fluxo de nutrição de e-mails.

Faça uma limpeza periódica na base de contatos

A perda natural que ocorre na lista de e-mails ocasiona a inviabilidade da base em quatro anos, quando ela não é renovada. Sendo assim, uma limpeza é importante para retirar os e-mails que tiveram pedidos de descadastramento e evitar o desgaste da relação.

Atente-se ao fato de que isso pode ser feito automaticamente pela plataforma de automação de e-mail marketing.

Essa medida demonstra atenção com o consumidor e gera um bom atendimento, que tende a se refletir em perspectivas positivas no futuro.

Tente recuperar os assinantes inativos antes de removê-los por completo

A conta inativa é caracterizada pela ausência de abertura do mailing por um longo período de tempo. Essa situação pode ocorrer por um abandono de endereço, falta de verificação ou perda de interesse pelo conteúdo, sem a solicitação de descadastramento.

Nesse momento, você pode tentar reverter o problema. Use estratégias como assuntos chamativos e oferecimento de vantagens — por exemplo: download de materiais ricos, cupons e descontos. No entanto, cuide para não ser oportuno e inconveniente.

Esses cinco cuidados possibilitam evitar a perda da base de contatos e garantem que a lista seja sempre renovada e atualizada. Essa ação traz benefícios no longo prazo e assegura que sua marca tenha um relacionamento mais saudável com os clientes.

Agora que você entendeu como nutrir a base de contatos, aproveite para saber como analisar o comportamento do seu cliente e enviar uma comunicação mais eficiente e personalizada, através de uma ação de remarketing.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER