Como garantir um catálogo de qualidade para loja virtual?

por Ricardo Garrido Sexta-feira, 23 de julho de 2021   Tempo de leitura: 6 minutos

Acompanhar o desempenho das vendas do seu e-commerce é fundamental para ter um catálogo de qualidade para loja virtual. A tecnologia é sua aliada nessa missão, já que as plataformas de marketplace e outras ferramentas de mercado permitem que você tenha acesso a diversas métricas importantes.

Analise frequentemente seu histórico de vendas, a fim de identificar quais são os produtos preferidos dos clientes, quais itens vendidos têm uma margem de lucro interessante, entre outros quesitos.

Imagem de uma miniatura de carrinho de supermercado em cima de um notebook
Ter um catálogo de qualidade na loja virtual depende, também, de conhecer o público-alvo do negócio.

Além disso, outra boa prática imprescindível para quem deseja ter um catálogo de qualidade para loja virtual é conhecer seu público-alvo. Se você não sabe para quem você está vendendo, ter em estoque os produtos ideais fica muito mais difícil, certo?

Dicas de como ter um catálogo de qualidade para loja virtual

1 – Entenda a sazonalidade de seus produtos

O gestor que dá a devida importância à compreensão de como funciona a sazonalidade do seu negócio, sai na frente da concorrência. Esse conhecimento de vendas é uma estratégia indispensável para seu e-commerce crescer.

É próximo às datas comerciais que se abrem grandes oportunidades para as lojas virtuais expandirem seu faturamento.

Para organizar o seu estoque de forma mais inteligente, você precisa cruzar informações do histórico de vendas, do calendário de datas comemorativas, das estações do ano e demais fatores que impactam na sazonalidade do seu negócio.

Dessa maneira, a tomada de decisão de quais produtos produzir ou comprar para revender tem muito mais chances de ser acertada.

Ao entender a sazonalidade dos produtos vendidos em seu e-commerce, você será capaz de programar ações comerciais adequadas.

No período de alta procura, você pode dar cupons de desconto, oferecer vale-presente ou criar alguma oferta especial, como por exemplo oferecer frete grátis. Ainda que as promoções diminuam sua margem de lucro, a ideia é que você ganhe no volume de vendas.

Com esse tipo de estratégia, os gestores de comércios eletrônicos também geram oportunidades de vender aqueles produtos que estão no estoque já há algum tempo.

2 – Reavalie periodicamente seu estoque

Um estoque mal gerenciado representa prejuízo para o negócio. O empreendedor que deseja garantir um catálogo de qualidade para loja virtual precisa estar sempre atento à gestão dos produtos estocados.

Periodicamente, avalie suas métricas de venda para identificar possíveis produtos que podem ser descontinuados por não apresentarem boa saída. Busque entender quais são as mercadorias que estão paradas no estoque.

Analise se existem produtos que demandam mais espaço de armazenagem e que tenham ticket baixo ou pouca margem de lucro.

Como administrador, é fundamental conhecer quais são os produtos mais vendidos para conseguir minimizar o custo de produção ou de compra, no caso dos revendedores. Ao projetar sua demanda, você também otimiza seu tempo de trabalho.

3 – Crie, abasteça e mantenha sua jornada do consumidor atualizada

A jornada do consumidor é o caminho percorrido pelo cliente desde sua interação inicial com a marca até a efetivação da compra.

Esse é um conceito bastante relevante, pois ao entender a jornada o empreendedor planeja ações que sejam realmente pertinentes à cada etapa.

O e-commerce que ignora a importância dessa ferramenta está perdendo chances de vender mais e melhor, além de correr o risco de perder possíveis consumidores interessados.

A jornada do consumidor é formada por três etapas:

1 – Aprendizado e descoberta

Quando o cliente identifica ou descobre um problema (que muitas vezes ele nem sabia que tinha) e procura informações sobre isso;

2 – Consideração da solução

O cliente já sabe que sua empresa existe e está interagindo com seu conteúdo para buscar soluções;

3 – Decisão de compra

O cliente está pronto para comprar a solução do problema e precisa decidir com quem vai fazer negócio.

As informações que você precisa para traçar a jornada do consumidor começam na primeira dica que demos: conheça seu público. Esteja presente nas redes sociais, interaja, leia os comentários e tenha também outros canais de comunicação, como WhatsApp ou um chat.

Além disso, seu site precisa unir eficiência e estabilidade, para não perder negócio por conta de navegabilidade complicada ou e-commerce fora do ar. Tenha uma interface de checkout simples e intuitiva.

E, por fim, invista em marketing de conteúdo. Crie um blog no seu site e publique blog posts para cada etapa da jornada. Ao usar as palavras chaves certas, seu conteúdo será encontrado nas buscas do Google sem que você tenha que pagar por isso.

Tenha uma rotina para gerenciar seu estoque

Se você quer garantir um catálogo de qualidade para loja virtual, procure criar processos bem desenhados, com atribuições claras de quem é responsável por qual tarefa.

É preciso sempre conferir o sistema com o inventário, para checar se as entradas e saídas estão corretas, se os cadastros estão sendo feitos adequadamente, entre outras demandas.

São etapas e análises relativamente simples de serem feitas periodicamente, mas que farão toda a diferença na visão de negócio, ajudando você a tomar decisões mais inteligentes, conscientes, e que impactam diretamente em suas vendas.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER