Cartão de débito no e-commerce: como oferecer essa funcionalidade?

por Pedro Lamim Quinta-feira, 29 de abril de 2021   Tempo de leitura: 9 minutos

O cartão de débito é a preferência de 66% do público consumidor nos comércios físicos, os dados são da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo. E no online, porque só corresponde a 6%?

Por falta de disponibilidade dessa solução para o consumidor!

Quando se trata de vender mais no ambiente online é preciso ponderar que a oferta de formas de pagamento é fator determinante para que o consumidor efetive (ou não) uma compra.

Então, se comprar online com cartão de débito não estava entre as opções de pagamento do seu comércio, a partir de agora, será um recurso que você, com certeza, vai pensar em investir.

A verdade é que o pagamento via cartão de débito no comércio online já existe há um bom tempo. Entretanto posso garantir que você conhece poucas pessoas que o utilizavam, não é verdade?

Isso porque a experiência de compra dessa modalidade nunca foi tão fluida e fácil como as transações com cartão de crédito, além de passar ao consumidor uma sensação de insegurança.

No entanto, sabemos que hoje são muitas as possibilidades de compras online, e nem sempre as pessoas desejam pagar usando o cartão de crédito. Ou, muitas vezes, elas preferem usar somente o débito para fazer o pagamento.

Com o objetivo de solucionar este impasse, são disponibilizadas no mercado duas modalidades de débito: Débito Pinless e Débito 3D Secure.

Ambas as soluções procuram melhorar a experiência do cliente e a segurança desse tipo de transação, porém de formas diferentes. Entenda a seguir!

Débito Pinless

O tipo de integração Débito Pinless procura ao máximo deixar a experiência de compra mais fácil e rápida.

Esse modelo envolve o mínimo possível de interação com o consumidor final, se assemelhando a experiência de compra com cartão de crédito.

A modalidade Pinless é capaz de reduzir drasticamente o abandono de checkout ou de carrinho de compras pelo cliente ao escolher débito como forma de pagamento.

Afinal, os dados de cartão são inseridos no checkout do seu site normalmente. Quando o cliente selecionar “Pagar”, toda comunicação é feita de forma que o mesmo somente receba a mensagem de pagamento concluído ou recusado. Isso passa mais confiança e tranquilidade para finalizar uma compra desse tipo.

Assim sendo, para que essa experiência seja otimizada na ponta da cadeia, alguns passos devem ser tomados para habilitar o Débito Pinless — visando garantir também a segurança da transação e não abrir espaço para possíveis fraudes.

Como habilitar o Débito Pinless?

Primeiramente, você deve solicitar para a adquirente a liberação deste serviço com os bancos e bandeiras.

Dessa forma, com seu e-commerce habilitado para esse modelo, é possível garantir uma compra agradável ao cliente, aliada à segurança necessária.

Débito 3D Secure

Diferentemente da solução de Débito Pinless, o Débito 3D Secure, também conhecido como 3DS, tem uma abordagem que procura facilitar o lado do comerciante. Sem contar que proporciona uma experiência de compra simples e confiável para o consumidor.

Uma das vantagens é que com o 3DS não é necessário solicitar a liberação com adquirentes, bandeiras e bancos.

Este modelo visa utilizar o que existe de mais recente e inovador em tecnologia de autenticação.

Assim, para garantir a segurança e veracidade da identidade do portador do cartão no momento da compra, o 3DS utiliza um modelo de autenticação que é chamado de MPI.

O MPI pode ser separado em MPI Interno e MPI externo. Mas o que seria esse tal de MPI?

MPI Interno

Chamamos de MPI interno o processo de autenticação de identidade que faz uso do mesmo canal de vendas que o cliente já está utilizando.

Com ele, após o preenchimento dos dados de compra e escolha dos produtos do carrinho, o comprador é levado ao checkout para inserção dos dados do cartão de débito.

E, ao clicar em “Pagar”, toda a transação é processada e é devolvida uma URL para sua loja redirecionar o cliente para uma página onde ele possa confirmar sua identidade e a veracidade das informações inseridas.

Em seguida, após a confirmação da identidade, a compra é processada naturalmente. Ou seja, não é necessário que o cliente entre no ambiente do próprio banco, faça login com conta corrente e todas as outras etapas do processo demorado e difícil (que anteriormente era necessário para efetivar uma compra online com cartão de débito).

Vale lembrar ainda que existem diversas inovações de autenticação. E, para isso, foi criado o MPI Externo, também usado no 3DS.

MPI Externo

O MPI Externo é o que existe de mais inovador na tecnologia de autenticação e confirmação de identidade.

Neste caso, o consumidor utiliza uma ferramenta que chamamos de autenticação de “dois fatores” (two factor authentication).

A autenticação de dois fatores envolve o envio de um código de autenticação via sms, por exemplo, ou por dados biométricos, como reconhecimento de impressões digitais, de voz ou facial.

Dessa forma, com o MPI Externo no 3DS, conseguimos chegar a forma de pagamento que une fluidez, facilidade, simplicidade, segurança e conforto no momento da compra.

Vantagens de comprar online com cartão de débito

Comprar online com cartão de crédito hoje já apresenta vantagens para consumidor e lojista.

Com o uso do débito, o consumidor tem controle maior dos seus gastos. Afinal, suas compras são debitadas imediatamente em sua conta, evitando o “fator surpresa” da fatura do cartão de crédito no fim do mês.

Com essa modalidade, o comerciante recebe o pagamento pelas compras imediatamente. Ou seja, não precisa aguardar os 30 dias que as adquirentes levam para repassar o dinheiro (isso sem antecipação de recebíveis).

Em relação ao boleto, as transações com débito também saem na frente. Com boletos, o processo ainda é mais demorado do que o débito e gera uma falsa demanda de venda para o lojista — por exemplo, quando o cliente realiza a compra, emite o boleto e não efetua o pagamento.

Por fim, é evidente que a pouca utilização do cartão de débito no mercado de pagamentos brasileiro era devido à falta de sensação de segurança e pelo processo ser longo e causar um percentual muito grande de abandono.

A inserção de dados, como números de agência, conta, senha do cartão, senha da internet, código de verificação e muitos outros era desgastante para os usuários.

Agora é fácil, rápido e totalmente seguro contar o débito como forma de pagamento em e-commerce. Vamos aderir a essa tecnologia e oferecer toda a comodidade que o seu cliente precisa?

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER