Acesso rápido

Black Friday: o que o varejo precisa saber sobre comportamento do consumidor?

por Pedro Ivo Martins Terça-feira, 16 de outubro de 2018   Tempo de leitura: 5 minutos

Não dá mais para montar estratégia de marketing (especialmente de datas tão importantes como Black Friday e Natal) com base em achismo. Muito menos seguir o que outros estão fazendo.

Pensando nisso, fizemos um compilado de dados que podem ajudar o Varejo a aproveitar melhor a Alta Temporada de fim de ano, que concentra Black Friday, Natal e outros gatilhos importantes.

Trago aqui os destaques e alguns comentários:

1) 86% das pessoas pesquisam online antes de comprar offline

Por isso, a estratégia não pode ser pensada separadamente. Se não fizemos um alinhamento omnichannel, há um grande risco de vermos clientes insatisfeitos na loja falando, por exemplo, que o preço do e-commerce estava diferente.

Aliás, é sempre bom lembrar que não podemos ver a loja virtual apenas como canal de venda.

 

 

2) Pesquisa para compra na Black Friday começa um mês antes

Toda a estratégia de preço em outubro importa muito para garantir sucesso no fim de novembro. As pessoas estão atentas e não serão enganadas caso haja aquela subida prévia nos preços para depois estampar um percentual mais alto de desconto.

3) 37% dos consumidores não acreditam nas promoções da Black Friday

E 19% acham que os descontos não são significativos. Ou seja, mais da metade das pessoas estão atentas (volte ao ponto 2 da lista).

4) 34% das pessoas que compram na Black Friday e Natal são novos clientes

Bom momento para aproveitar estes entrantes, gerar uma experiência bacana, superar expectativa. Mas também trate de forma especial os outros 66% que já eram clientes.

Se eles já confiam na sua marca, merecem até uma prévia, bem naquele modelo de cinema, quando algumas pessoas são convidadas para uma sessão especial.

5) 78% das pessoas voltam a comprar na loja após a primeira compra feita na Black Friday

O cliente volta porque gostou da experiência, ou seja, conseguiu atingir seu objetivo com o menor esforço possível e acabou criando uma relação emocional com a marca.

Vale sempre pensar em como trabalhar estes três pontos. Às vezes, pequenos detalhes sobre prazo de entrega, embalagem e, principalmente, a comunicação com o consumidor podem ajudar muito a garantir este retorno.

 

6) 38% das vendas não acontecem na sexta-feira

Por isso, é bom montar uma estratégia de antecipação da compra, mas sem também banalizar a data (tem gente fazendo Black desde Julho).

7) O 13º salário injeta cerca de R$ 200 bilhões na economia

E cerca de 35% (R$ 74 bi) devem ser usados pelas pessoas para comprar. Se considerarmos o momento certo, podemos montar uma estratégia de marketing mais inteligente.

8) Só 15% das pessoas compram presentes de Natal na Black Friday

O brasileiro deixa tudo para a última hora mesmo. Enquanto na Black Friday as pessoas pesquisam com mais antecedência, no Natal as buscas são feitas com mais intensidade na segunda quinzena de dezembro. 67% das pessoas começam a pesquisar a compra de Natal em até 15 dias antes da data.

9) Natal e Black Friday representam momentos diferentes na vida das pessoas

Como podemos ver no gráfico abaixo o natal é o momento “Eu presenteio” enquanto a Black Friday representa o “Eu mereço”. 30% das pessoas acham que a Black Friday é o momento de comprar o que desejam há muito tempo. Muitas pessoas se seguram até essa data para efetuar uma compra com desconto.

10) 51% das pessoas preferem comprar tudo que desejam na Black Friday na mesma loja

Se as pessoas estão engajadas com a sua marca, vão preferir fazer a compra de todos os produtos com você, Provavelmente o método de pagamento interfere nessa decisão. Pois, comprando tudo no mesmo lugar, é possível parcelar em mais vezes e isso é mais comodidade.

11) O número de downloads de apps mobile aumenta 223% na semana da Black Friday

Se sua loja tem um app mobile, aproveite essa oportunidade de fidelizar os clientes por lá. Muitos baixam o app em busca de descontos na Black Friday, mas se você conseguir provar para o usuário que vale a pena ficar mais um pouco, pode ter a chance de tê-lo sempre ali com você.

12) 69% das compras de Natal são feitas nas lojas físicas, o contrário da Black Friday

13) As pessoas estão 10 vezes mais favoráveis a ter um novo hábito no ano novo

Nesta época, aumenta o interesse por conteúdo. Temos mais de 2 bilhões de buscas por “mudar de vida” ou “aprender algo novo”. Este momento de renovação também pode gerar boas oportunidades. As buscar por “emagrecimento” por exemplo crescem 40% em janeiro.

O que você pretende fazer com essas informações? Compartilhe comigo nos canais diretos. Vou ficar de olho nas estratégias de marketing inovadoras neste fim de ano. Boas vendas!

Quer ler a versão estendida desse artigo? Acesse aqui.

____________________________

Fontes:

Pesquisa Provokers (Julho 2018)
Dados internos Google, e-Bit e AppAnnie (2017)
Pesquisa Hello Research (2014)

 

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.