Acesso rápido

As nove principais tendências de pagamentos para 2018

por Mark Ranta Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2018   Tempo de leitura: 5 minutos

Com o início de janeiro, começam a aparecer meus sinais favoritos da temporada de férias – as tendências a serem observadas no ano. Então, enquanto agradecemos pela família e amigos e começamos as intermináveis trocas de presentes, coquetéis e festas, é hora de compartilhar minhas 9 principais tendências para 2018:

1. Mobile

Se você observar a lista de tendências que escrevi cinco anos atrás, vai perceber que este continua o tópico número um. Em uma indústria que tem se transformado rapidamente, o pequeno computador no seu bolso pode ser o epicentro da mudança de comportamento do consumidor e, este ano, não nos despediremos desta importante tendência.

À medida que novos smartphones são lançados, a guerra dos pagamentos móveis continua em alta. O celular será a principal forma de pagamento em 2018 e a tendência de pagamentos móveis continuará a se fortalecer à medida que nos encaminhamos cada vez mais para uma sociedade sem cartões (tendência para 2025!).

2. Proteção de dados

A GDPR, regulação a respeito de dados, responsável por determinar seu(s) dono(s), como protegê-los e gerenciá-los, entrará em vigor nos EUA em meados de 2018 – no dia 25 de maio, para ser exato.

Nesse contexto, as conversas nas conferências do próximo ano provavelmente serão muito focadas na área de Autorização, ou seja, quem pode e quem não pode utilizar as informações. Esse é um tema fascinante, deixado de lado nos últimos 18 meses e que agora volta à luz.

3. PSD2 e 3

O PSD2, nova definição de regras de pagamentos da União Europeia, vai ao ar em janeiro de 2018. Permanecem muitas questões: como será o novo mercado TPP (Acordo Transpacífico de Cooperação Econômica, uma aliança de livre-comércio entre países banhados pelo oceano pacífico)? Como serão as demandas dos consumidores?

Quais bancos se tornarão PISPs (Provedores de Serviço de Assistência em Pagamentos, em tradução livre)? Isso trará grandes empresas, como Google, Apple, Facebook e Amazon para o PSD2 e 3? O ano de 2018 começará a desvendar estes mistérios. Além disso, teremos a oportunidade de entender qual será o foco do PSD3, a próxima versão das regras de pagamento da UE.

4. “Cashless”

O termo é usado aos montes. No entanto, com a chegada da geração Z, nascida entre 1994 e 2010, essa tendência utópica de uma sociedade sem dinheiro em espécie pode não estar tão longe.

Na verdade, começamos a ver novos mercados a caminho do cashless, como algumas nações nórdicas e a Índia, que visa criar um ecossistema financeiro mais inclusivo. Eu acredito que essa tendência continuará forte em 2018, com mais regiões caminhando nessa direção e possivelmente mais governos assumindo iniciativas sem dinheiro para ajudar a impulsionar suas economias rumo a uma nova realidade digital.

5. Biometria

O reconhecimento facial nos levará de 2017 para 2018, quando o iPhone X se afastará da impressão digital e caminhará para o software de reconhecimento facial. A ficção científica do passado rapidamente se tornou a ciência de hoje. Estes movimentos em direção a processos de identificação digital nos afastarão das senhas e dos nomes de usuários. Ou ao menos é o que espero ouvir em 2018.

6. Realidade Aumentada

Pokémon Go foi um fenômeno no ano passado e a realidade aumentada ainda é uma tendência a curto prazo. Oferecer contexto ao usuário por meio de experiência digital aumentada é algo que acho intrigante.

A capacidade de ter experiências aprimoradas por meio do seu dispositivo é interessante. No futuro, isso talvez se traduza em algo simples, como reservar um restaurante por meio da câmera em um aplicativo, ou quem sabe comprar cachorros-quentes ao usar um “aplicativo de hot dog”. Creio que esta tendência terá um boom, assim como tem acontecido com o IoT (Internet das Coisas).

7. Open

Acredita que eu esperei até o tópico 7 para chegar à tendência Open? Ela será o centro de praticamente todas as nossas discussões em torno do novo ecossistema de pagamentos para 2018. A tecnologia de transformação digital das APIs abertas se concentrará nas decisões de negócios em torno de estratégias abertas e como as instituições financeiras poderão monetizar isso.

Esta será uma tendência de vários anos que mal posso esperar para ver evoluir, já que 2017 foi realmente uma base para essa tecnologia. Assim como o nosso amigo dispositivo móvel, o Open será uma camada fundamental para construir os próximos 20 anos de tendências.

8. Transformação

Não podemos falar sobre o setor bancário sem mencionar sua transformação, seja ela completa ou de determinados processos. Acredito que haverá um big bang de estratégias para a economia de 2018.

Os grandes relatórios anuais começarão a ter resultados e os anúncios de projetos em larga escala ganharão velocidade à medida em que os bancos regionais se juntam às multinacionais na realização de projetos de transformação. Se 2018 tiver uma nuvem de palavras produzida em dezembro, acredito que “transformação” estará no centro em negrito e letras garrafais.

9. Parcerias

As parcerias em grande escala ajudarão a impulsionar a mudança no novo ecossistema de pagamentos em 2018 e provavelmente os maiores alvos serão os pagamentos internacionais imediatos.

À medida em que mais e mais países adotam sistemas de pagamentos online e imediatos, o próximo salto será universal e isso exigirá parcerias para acontecer. 2018 provavelmente será o ano da semente para que essa tendência floresça.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.