As 7 melhores estratégias de Google Ads para seu e-commerce

por Josele Delazeri de Oliveira Quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021   Tempo de leitura: 5 minutos

Se você é um varejista que deseja vender o maior número possível de produtos, faz sentido tentar atrair o maior número possível de leads.

Você sabia que o Google Ads (ou Google Adwords) ainda é a ferramenta número um de conversão em termos de tráfego com a intenção de fazer uma compra?

Para muitas empresas de comércio eletrônico, o Google Ads é um dos principais canais de marketing.

Quando se trata de marketing de comércio eletrônico, nada supera o poder do Google Ads.

AdWords e e-commerce andam juntos como queijo e goiabada. E isso ocorre por um bom motivo: ele funciona.

Como varejista de comércio eletrônico, você provavelmente está procurando um canal de marketing que ofereça uma maneira fácil de quantificar seu ROI (retorno sobre o investimento).

Além de uma oportunidade de obter dados mais precisos.

O truque é entender e implementar tudo o que você precisa saber sobre o Google Ads para comércio eletrônico.

Isso, claro, considerando uma estratégia de marketing bem otimizada que direcione um tráfego substancial e direcionado para a sua loja. Afinal, é o tráfego que converte.

Vincule Google Ads e Analytics

No mundo selvagem da publicidade paga de comércio eletrônico, saber exatamente quais estratégias lançar na máquina do Google pode ser uma operação imprevisível.

Felizmente, fiz esse trabalho árduo para você — e estou pronta para compartilhar algumas dicas que o ajudarão.

Vincule o Google Ads ao Analytics para obter dados de conversão precisos.

Não vincular as contas é um dos principais motivos pelos quais pode haver uma discrepância entre as análises e as métricas do Google Ads.

É fácil de fazer, mas muitas vezes esquecido pelos novos empreendedores digitais.

A venda bem-sucedida de seus produtos e serviços depende de sua capacidade de chegar à frente do maior número de pessoas possível.

Assim como as lojas tradicionais, as pessoas encontram seus produtos enquanto navegam. Porém, com o comércio eletrônico seu alcance vai muito além de sua localização física.

As 7 melhores estratégias de Google Ads para seu e-Commerce

1 – Campanha

Uma campanha do Google é um conjunto de grupos de anúncios que compartilham o mesmo tipo de campanha e orçamento.

É a sua segunda etapa, depois de criar sua conta, na criação de campanhas estruturadas e na conversão de anúncios.

2 – Ordem para o caos

Embora você possa começar com qualquer tipo de campanha e ver os resultados, não é a abordagem mais eficaz com base na minha experiência executando o Google Ads.

Com o Google Ads, se você não prestar atenção a isso, poderá acabar competindo por palavras-chave muito mais competitivas e com outras lojas que já fazem isso há anos.

Portanto, sugiro executar passo a passo os diferentes tipos de campanha no Google Ads:

  • Anúncios de compras
  • De marketing
  • De pesquisa
  • YouTube Ads
  • Anúncios gráficos
  • 4 –  Anúncios de Busca

    Você não precisa necessariamente usar os anúncios do Google Shopping para a sua loja virtual. Uma outra alternativa é usar os anúncios de busca.

    É importante mencionar que, como os anúncios do Google Shopping são muito ricos — em termos de suas habilidades para exibir imagens e preços —, você deve experimentar essa opção primeiro.

    5 – Executar anúncios do Google Shopping

    Os anúncios do Shopping serão seu melhor amigo como empresa de comércio eletrônico.

    Eles te permitem exibir imagens, títulos, preços e avaliações de produtos imediatamente em uma pesquisa relevante.

    6 – Pesquisa do Google

    Por conta da sua longevidade, os anúncios de pesquisa do Google talvez sejam os mais conhecidos dos produtos de anúncios.

    Era a plataforma de anúncios carro-chefe do Google (anteriormente conhecida como Adwords), exibindo anúncios de texto quando um pesquisador usa palavras-chave especificadas pelo anunciante.

    7 – Anúncios gráficos

    A principal diferença entre os anúncios gráficos e da rede de pesquisa é que, ao contrário dos anúncios da rede de pesquisa (em que os clientes têm interesse no que procuram), os anúncios gráficos são voltados para pessoas no estágio de conhecimento do ciclo de compra.

    Elas podem não estar procurando produtos específicos como os seus, mas exibir anúncios que oferecem vantagens — como um guia gratuito — fará com que os leads cliquem e entrem em seu funil de vendas.

    Espero que tenha gostado das dicas! #nuncaparedevender

    Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
    Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
    Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

    Você recomendaria esse artigo para um amigo?

    Nunca

     

    Com certeza

    Deixe seu comentário

    0 comentários

    Comentários

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Comentando como Anônimo

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

      Assine nossa Newsletter

    Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

    Obrigado!

    Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

    Não se preocupe, também detestamos spam.