Acesso rápido

Por que as empresas de sucesso armazenam banco de dados na nuvem?

por Cleber Piçarro Sexta-feira, 16 de março de 2018   Tempo de leitura: 3 minutos

Segundo informações da International Data Corporation (IDC), duas em cada três empresas brasileiras enxergam a computação em nuvem como um fator chave para o sucesso do negócio. Gigantes mundiais já “enxergaram” que a nuvem é o futuro. Médias e pequenas empresas também estão optando por gerir os seus negócios na nuvem. Mas, por que tantas outras ainda estão fora dela? Talvez por medo de perder a segurança e privacidade de seus dados – o que não é justificável. Uma vez vencida essa barreira, os benefícios são vários.

Economia é fundamental para que as corporações prosperem. O custo-benefício do gerenciamento de dados na nuvem está na possibilidade de gerar mais escala, armazenar uma quantidade maior de arquivos com um investimento reduzido, sem precisar de servidores locais. Além disso, geralmente, as manutenções e backups automáticos já são incluídos no pacote de serviços contratados. Isso também gera economia de tempo, ganha em produtividade e consequentemente, reduz os gastos operacionais mensais da empresa.

Segurança é a maior das exigências das grandes empresas. Os sistemas baseados em computação na nuvem geralmente são certificados por padrões internacionais de segurança e permitem maior controle e privacidade. Dessa forma, é necessária autorização para acessar os dados armazenados e isso reduz riscos de invasões e perdas de informações. Além disso, se os dados não estão em equipamentos físicos não existe o risco de perdê-los por meio acidental (incêndio, por exemplo).

Acessibilidade é o que as organizações precisam, em um mundo onde a multiplicação de informações e dados é instantânea e precisa ser acessada a qualquer hora e em qualquer lugar por meio de conectividade com a internet. Essa é uma característica importante do armazenamento de informações na nuvem, que dá velocidade para as operações.

Flexibilidade é o que as instituições querem para alavancar os seus negócios. Uma gestão de dados totalmente adaptável à operação da empresa, como é possível com a cloud computing, traz ganhos relevantes de tempo, dinheiro, produtividade e colaboração para o seu negócio.

A computação em nuvem permite, de forma simples, acessar servidores, bancos de dados e outros serviços por meio da Internet. Uma plataforma de serviços em nuvem, como por exemplo a Amazon Web Services – maior e mais segura do mundo, segundo o quadrante mágico do Gartner –, é a proprietária do sistema de armazenamento e faz a manutenção do hardware conectado à rede, que pode ser acessada via web.

Em resumo, a computação em nuvem não requer grandes investimentos iniciais em hardware e não dispensa tempo nas atividades de manutenção e gerenciamento desse componente. Vale lembrar que é possível acessar a qualquer hora e em qualquer lugar os recursos necessários e pagar apenas pelo que usar.

Esses são os principais atributos da gestão de dados cloud computing (computação na nuvem), e explicam porque que as empresas de sucesso, como Netflix, Spotify, GOL Airlines, McDonalds, Unilever, Johnson, Dow Jones, dentre outras, estão nas nuvens.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.