Acesso rápido

Aplicativos integrados com IoT: os benefícios de um mercado em crescimento

por Arthur Borges Conforti Sexta-feira, 07 de junho de 2019   Tempo de leitura: 5 minutos

As tendências da IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas, em português) e as tecnologias emergentes impulsionarão a inovação nos negócios digitais por muito tempo. Na liderança dessa transformação, está a integração de aplicativos com a IoT. Com a experiência do consumidor cada vez mais em alta, entregar mais interatividade, velocidade nas informações e agilidade nas tomadas de decisões é o que fará diferença para o usuário em escolher um produto ou uma marca.

É inegável que a IoT mudará a forma de se comunicar com as pessoas. Segundo o Gartner, até 2024, pelo menos 50% dos aplicativos corporativos em produção estarão habilitados para IoT. Até 2023, 25% dos ativos industriais serão conectados por sistemas de ciclo fechado usando tecnologias IoT.

Esse mercado está em plena ascensão e com uma perspectiva de movimentação de US$ 6,2 trilhões até 2025. De acordo com estudo realizado pela McKinsey Global Institute, a maior parte desse valor está diretamente ligada a dispositivos de saúde (US$ 2,5 trilhões) e indústria de manufatura (US$ 2,3 trilhões).

A IoT permite uma enorme exploração de integração com tecnologias como a Inteligência Artificial, Realidade Aumentada e a Realidade Virtual, tecnologias futuristas que estão mais visadas no mercado digital.

Nas empresas, de modo geral, a IoT ajuda a melhorar os resultados de negócios por meio da coleta de dados de sensores em equipamentos de fabricação, reduzindo o tempo de inatividade não planejada, por exemplo. Os benefícios ainda incluem o uso de dados da IoT para enriquecer os aplicativos, atraindo novos modelos de negócios e possibilitando novas experiências ou relacionamentos.

Automatização de processos

São grandes os investimentos no mercado para produtos que utilizem a IoT. Hoje, os setores mais beneficiados são saúde, indústria e agrícola, mercados que possuem maiores investimentos para automatizar processos, reduzir custos e aumentar a receita.

A Internet das Coisas coleta um volume maior de dados por conectar diferentes equipamentos, além dos eletrônicos ou aparelhos de informática. É possível integrar computadores com veículos, wearables, telas interativas, entre outros diversos itens. As informações obtidas podem ser agrupadas em relatórios e indicadores, fornecendo conteúdos importantes e relevantes para o usuário.

Tecnologia de bolso

Os maiores benefícios do IoT para os dispositivos móveis, por exemplo, se dão nas questões de agilidade. O desafio são torná-los cada mais avançados tecnologicamente. A possibilidade de ter nos dispositivos aplicativos com tecnologias inovadoras, cada vez mais voltadas às necessidades e personalidade do usuário, torna os dispositivos móveis uma ferramenta fundamental para cumprir as tarefas do cotidiano.

Um grande exemplo que deu certo são os sensores de pulso de monitoramento, usados na prática de esportes. Atualmente seus dados são transferidos para aplicativos que os utilizam para gerar gráficos de desempenho aos seus usuários, fornecendo informações de saúde para que possam ter controle durante a prática de esportes e na avaliação do desempenho esportivo.

As informações fornecidas habilitam o usuário a gerenciar seu dia a dia de forma mais eficiente, facilitando a delegação de atividades e permitindo uma atenção imediata às mudanças que possam surgir e melhorias nos respectivos processos diários. Dispositivos como relógios inteligentes podem incorporar a tecnologia sem fio para se comunicar, analisar e reportar o estado da temperatura, batimentos cardíacos, atividade física e localização para aplicativos médicos e esportivos.

Existem empresas que ainda não aderiram a IoT por questões de segurança ou pela falta de um desenvolvedor especializado nessa tecnologia na equipe. Seu risco está diretamente ligado à segurança das informações. O processo de desenvolvimento tem que levar em conta essa questão, pois, sem ela, qualquer pessoa pode acessar informações sigilosas. É necessário garantir no desenvolvimento que essas informações sejam criptografadas e entregues corretamente a quem precisa.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.