Análise SWOT: uma poderosa ferramenta para e-commerces

por Raquel Lisboa Quinta-feira, 19 de março de 2020   Tempo de leitura: 8 minutos

Criar um plano de marketing consistente é uma das principais tarefas para quem deseja estar menos vulnerável diante da concorrência, reter clientes e aumentar as vendas.

Entretanto, é comum encontrar empreendedores que até definem o público-alvo e desenvolvem um cronograma de metas, mas se esquecem de observar os macro e microambientes em que o negócio está inserido.

Examinar os prós e contras do nicho e do próprio e-commerce deve ser o ponto de partida para qualquer tomada de decisão. Assim, para tal diagnóstico, é possível contar com as diretrizes da análise SWOT.

O que é análise SWOT?

Análise SWOT é um estudo que identifica as forças (Strengths), fraquezas (Weaknesses), oportunidades (Opportunities) e ameaças (Threats) que envolvem um negócio. Pode ser aplicada tanto para investigar a empresa como um todo, quanto para elaborar projetos específicos, como o lançamento de um novo produto , por exemplo.

Para que o uso desta ferramenta seja efetivo, é essencial considerar as forças e fraquezas do ambiente interno (produto, atendimento, engajamento do público, recursos humanos etc) e as oportunidades e ameaças do ambiente externo da empresa (economia, sociedade, cultura, tecnologia, concorrência etc).

Deste modo, a partir da análise SWOT, identificam-se fatores modificáveis (aqueles internos, que podem ser aprimorados para melhor atender o público-alvo), bem como os fatores inflexíveis (aqueles externos, que estão além da alçada do empreendedor, mas que, com uma boa dose de planejamento, podem ser contornados).

Com isso em mente, confira a seguir os pormenores de cada um dos pilares da análise SWOT e como aplicá-los no seu e-commerce.

Forças e fraquezas do ambiente interno

Em forças da análise SWOT, deve ser verificado o que faz o seu negócio se destacar dos demais. Na via contrária, em fraquezas, o que faz com que a sua marca seja preterida ao ser comparada com a concorrência.

Logo, reflita sobre as questões abaixo e, em um quadrante, separe os pontos positivos (o que está bem e pode ser potencializado) dos negativos (o que precisa ser melhorado):

  • Por que sua marca é escolhida pelo público?
  • O que diferencia seus produtos dos da concorrência?
  • Seus preços são acessíveis?
  • Seu atendimento é humano? Quais canais você utiliza?
  • Seu público é engajado?
  • Sua equipe é capacitada?
  • Suas opções de pagamento atendem às necessidades do público?
  • Seu meio de entrega é ágil?
  • A plataforma de e-commerce da sua loja virtual funciona bem?
  • Você tem um ponto físico também? Se sim, sua localização é estratégica?

Essas são algumas das muitas perguntas que você pode ponderar. Aqui, tenha como base quatro principais elementos: produto, praça, preço e promoção — também conhecidos como mix de marketing . Eles abrangem o que você vende, a que custo, de que maneira (divulgação) e onde.

Oportunidades e ameaças do ambiente externo

Em oportunidades, é importante entender o que seus concorrentes ainda não fazem e que você pode desenvolver. Já em ameaças, examine condições econômicas, socioculturais e tecnológicas do país que podem influenciar direta ou indiretamente o funcionamento do seu negócio.

Como no ambiente interno da análise SWOT, atente-se às questões a seguir e liste os aspectos positivos (o que usufruir) e negativos (o que monitorar e contornar sempre que possível):

  • Quais são as falhas que você identifica na concorrência (atendimento, produto etc)?
  • Há grandes concorrentes entrando no mercado?
  • Quais datas comemorativas ou eventos podem alavancar a sua marca?
  • Quais projetos de lei interferem no seu negócio?
  • Qual é a renda média do seu cliente?
  • Quais são os hábitos de consumo dele?
  • Considerando a faixa etária e o gênero do seu público, como ele se configura diante do crescimento populacional?
  • Há livre demanda da matéria-prima do seu produto ou ela é escassa?
  • Quais tecnologias são essenciais para o progresso do seu negócio?
  • Que tipo de ocorrência poderia desestabilizá-lo?

Com estes fatores classificados, você tem a chance de cruzá-los com os pilares do ambiente interno, associando oportunidades a forças que, por consequência, podem combater fraquezas e ameaças.

Exemplo prático

Suponhamos que as marcas A, B e C vendem camisetas básicas. Em uma análise SWOT, o empreendedor da empresa B notou que nem a A, nem a C ofertam produtos personalizados, e viu aí uma oportunidade de negócio.

Por já ter uma máquina de estampas (força), percebeu também que não seria necessário terceirizar o serviço (menos gastos!) e que tal linha de produtos possivelmente eliminaria uma das suas fraquezas: pouca mobilidade no capital de giro da empresa (influenciada pela crise econômica do país, uma ameaça).

Como criar um plano de ação?

Depois de já ter delimitado os ambientes internos e externos na análise SWOT, é fundamental criar um plano de ação — especialmente para combater as fraquezas e ameaças do seu negócio. Assim, como norte, conceitue:

  • as ações que precisam ser feitas (e suas etapas);
  • em quais áreas da sua empresa elas serão empregadas;
  • até quando (prazos que podem ser mensais ou semestrais, por exemplo);
  • quanto custarão (se vão demandar investimento financeiro).

Voltando ao exemplo prático da marca B de camisetas, a ação então seria a de criar um ciclo para os produtos personalizados e as áreas envolvidas poderiam ser tanto a de produção, quanto a de marketing (para divulgar ao público esse novo formato).

O prazo, por sua vez, seria mensal (X malhas produzidas em tal período) e a ação teria como custo inicial apenas a impressão das estampas.

À vista disso, a análise SWOT é uma poderosa ferramenta para e-commerces, já que por meio dela o empreendedor tem a chance de examinar o cenário em que o seu negócio está inserido, entender quais são as prioridades e planejar os próximos passos com segurança e assertividade.


Gostou desse artigo? Não esqueça de avialá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.