Acesso rápido

Como análise de dados e machine learning tornam seu negócio mais eficiente

por Thiago Sarraf Segunda-feira, 03 de junho de 2019   Tempo de leitura: 6 minutos

Ao repararmos em produtos e serviços de tecnologia, observamos que a grande maioria deles se utiliza do recurso de machine learning e análise de dados para melhorar a vida das pessoas.

Sem percebermos, eles estão inseridos em nossos dia a dia, mais do que podemos imaginar. Basta pensar em aplicativos como o Waze que calcula e atualiza suas rotas baseados em dados provindos de milhões de aplicativos. Ou até mesmo no próprio Google, com o recurso de autocompletar.

Um dos motivos pelos quais o Brasil pode se beneficiar dos dados e da inteligência artificial é devido ao grande número de smartphones no país. Hoje, a internet chega a mais de 50% das casas brasileiras graças a esses dispositivos.

De acordo com dados do Google, o país é o terceiro do mundo em uso do Google Assistente, um recurso que combina a voz, dados e machine learning pra facilitar as buscas.

Machine learning

Empresas de todos os tamanhos podem aproveitar o machine learning para melhoria de processos internos e a inteligência empresarial. As aplicações dessa tecnologia têm sido simplificadas, e já existem desde opções “de prateleira” até modelos mais complexos que podem ser customizados com muita granularidade.

No fim, você precisa de três ingredientes para crescer e ganhar eficiência: dados, um desafio de negócio claro e um time capacitado e motivado para fazer as coisas acontecerem.

As tecnologias de inteligência artificial mostram que, analisando os dados, é possível entender a jornada de compra do cliente, prever resultados de marketing e otimizar investimentos para trazer melhores resultados.

O Google Ads, por exemplo, se utiliza da interpretação de dados e do machine learning para direcionar as campanhas e investimentos para o objetivo de negócio de cada anunciante.

Grandes marketplaces também fazem o uso dessa ferramenta para poder direcionar os melhores itens para cada cliente, no momento certo e propício para a finalização da compra.

Sabendo utilizar esses dados e direcionar a máquina para aprender a estudar os usuários, é possível que se otimize cada vez mais as ferramentas para tornar seu negócio eficiente.

Já o uso do machine learning para o universo dos consumidores do seu e-commerce, é onde as marcas podem ser as maiores aliadas na hora de construir experiências dinâmicas e satisfatórias.

É através de estudos de dados e de machine learning que as empresas podem entender o comportamento de seu consumidor e pensar nas melhores soluções para facilitar a vida dos clientes.

Os e-commerces e a tecnologia

Os cidadãos estão cada vez mais conectados, valorizando toda inovação que traga rapidez, menor custo e maior comodidade.

Hoje, acompanhamos a evolução de tecnologias que alavancam cada vez mais a comodidade que o e-commerce trouxe.

Anos atrás, e sejamos sinceros que nem faz tempo assim, pensar em realizar compras sem sair de casa era uma ficção. A evolução se mostrou tão rápida e eficiente que muitas pessoas de gerações mais “antigas” ainda desconfiam dos serviços dos e-commerces.

Sites de compra e serviços já oferecem extensões com as quais basta você tirar uma foto para abrir sua conta no banco; tirar uma foto do seu cartão para fazer a cobrança; ou até mesmo recursos de realidade aumentada que permitem, por exemplo, “experimentar” acessórios e roupas.

É comum associar a realidade aumentada e a virtual com entretenimento, mas, o futuro promete grande uso da realidade aumentada para aplicativos que facilitam atividades rotineiras.

Os algoritmos levam tempo para aprender e se refinar. Quanto mais exemplos recebem, e quanto mais uso damos a eles, mais eficientes ficam. E quanto mais nos comprometemos com esse caminho, mais retorno ele nos dá.

Esse aprendizado vale para os algoritmos, para as empresas e para as pessoas, em especial os líderes de negócios.

Conclusão

Assim, gostaria que você pensasse em duas coisas:

Olhe para os dados que você já tem na sua empresa, mas que podem gerar mais inteligência para garantir eficiência ao negócio;

Pense em que experiências sua marca pode oferecer, usando dados, inteligência artificial e realidade aumentada para realmente fazer diferença na vida dos clientes.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.