Acesso rápido

Alibaba, Target e mais destaques das palestras da NRF 2019

por João Paulo Amadio Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019   Tempo de leitura: 5 minutos

“A primeira coisa que entendemos é que nós não venceríamos se jogássemos o jogo dos outros.” Dessa maneira, Brian Cornell, CEO e Chairman da Target,  em palestra durante a NRF, referiu-se ao princípio fundamental da sua jornada de evolução digital, fechando o ano de 2018 com o melhor resultado em uma década da companhia.

Em seu discurso, ele dividiu conosco como tudo mudou nesses dez anos; como a Target, assim como a grande maioria dos varejistas, passou por um processo de entendimento, de tratar o mundo online e offline de maneira distinta até entender que deveria ter o foco no cliente e, naturalmente, unificar seus esforços.

Atualmente, segundo ele, três de quatro pedidos online surgiram com algum tipo de interação com a loja, seja pick-up in store, sejam pedidos preparados utilizando o estoque da loja. Isso fez com que eles passassem a olhar as 1,8 mil unidades físicas como 1,8 mil potenciais centros de distribuição.

Outro ponto fundamental está em investir e reinvestir naquilo que você tem de melhor. Neste sentido, o foco foi em mudar a experiência da loja e a capacitação de pessoas, mais de US$ 1 bilhão foi investido no que ele chama de “embaixadores da marca “.

Ele terminou sua palestra com uma excelente reflexão. “Durante anos, ficamos varejistas, analistas e imprensa discutindo o que iria prevalecer: on ou offline. Esquecemos de perguntar ao cliente o que ele queria, e está claro que o consumidor sempre vai buscar o que for mais conveniente.”

Alibaba não é a Amazon da China

Essa foi a primeira resposta de John Michael Evans, presidente do grupo Alibaba, a uma pergunta do moderador na NRF.

Michael Evans, do Alibaba, durante a NFR 2019/Divulgação
Michael Evans, do Alibaba, durante a NFR 2019/Divulgação

Em seu discurso, ele afirma que, ao contrário da Amazon, o Alibaba não é um varejista, mas sim um marketplace puro, não competimos com marcas, pequenos ou grandes negócios. “Aliás, nós compartilhamos dados com eles”, afirmou.

Dessa maneira, a gigante chinesa se posiciona como uma ponte entre clientes e todo um ecossistema com uma escala assustadora: são 600 milhões de consumidores na plataforma, que geram cerca de US$ 780 bilhões em vendas.

Além disso, o marketplace abriga mais de dez milhões de PMEs e mais de 200 mil marcas.

Ele finalizou explicando a visão que grupo Alibaba tem sobre o “Novo Varejo”, que, para o grupo, vai além de pensar em omnichannel.

A maneira mais simples de explicar o conceito é: ajudar a digitalizar cada elemento da cadeia, exatamente o que vimos na Freshippo, da produção do alimento a mesa do consumidor, a cadeia está integrada para proporcionar uma experiência com o mínimo de atrito.

Antes de inovar, confirme se você está sendo um varejista

Essa foi a principal mensagem de Marvin Ellison, presidente e CEO da Target, que também subiu ao palco da NRF nesta segunda-feira (14).

Ele assumiu a posição na metade de 2018 e dividiu conosco sua experiência. De maneira resumida, ele focou no básico e explicou que todo varejista deve checar se está sendo de fato uma varejista. Ou seja: tenho o produto adequado? Meu estoque está alinhado? Estou entregando uma experiência que se adeque a meu cliente?

Além desaa visão de simplicidade, Ellison também nos dá uma lição de tenacidade ao contar que começou sua jornada como segurança de loja e sempre preferiu movimentos lentos de carreira, para poder aprender o máximo possível.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.