A influência dos smartphones no processo de compra

por Marcos Bueno Quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Em plena era da mobilidade, percebemos que os celulares mudaram muito o estilo de vida da sociedade contemporânea. Até mesmo de quem não os possui. Algumas das mudanças que o advento do mobile nos proporcionou alteraram, e vão continuar alterando, o processo tradicional de compra, em quase todas as suas etapas.

Os smartphones, celulares com hardware e funções mais avançados, já são mais poderosos que os computadores dos anos 70, e em alguns anos, ultrapassarão os aparelhos celulares convencionais em número total de dispositivos.

Hoje os smartphones estão no bolso de muita gente, e criaram novos hábitos na população. Esses aparelhos já reúnem diversas funções, que antigamente exigiam uma variedade de aparelhos diferentes para serem realizadas. Os celulares já incluem as funções de relógios, calendários e alarmes, assim como das calculadoras, que já estão começando a entrar em extinção, como as agendas eletrônicas, que ficaram no passado. Celulares viraram aparelhos fotográficos e filmadoras de alta qualidade. Até funções de gravadores já estão incluídas em seu acervo. E os GPS integrados fazem com que os guias de ruas se juntem às listas telefônicas e páginas amarelas, no fundo dos armários, ou servindo de “cadeirinha” para crianças à mesa de jantar.

Uma coisa é certa: os celulares chegaram pra ficar, e ainda vão trazer muitas outras mudanças ao modo como vivemos.

Para poder medir e analisar algumas dessas mudanças, o gigante da internet Google encomendou o estudo “Our Mobile Planet”, que foi realizado pelas empresas de pesquisa Ipsos MediaCT e TNS Intratest, e que tem por objetivo trazer informações sobre a adoção e o uso de smartphones a nível nacional e mundial. Seguem abaixo alguns dados e considerações, baseados nas informações do estudo.

A penetração de smartphones no Brasil é de 14% da população, o que significa que um em cada sete brasileiros possui um smartphone, número que equivale a aproximadamente 27 milhões de pessoas no país. Desse total de smartphones, 28% funcionam com sistema operacional Android, 10% com BlackBerry OS e 6% utilizam o iOS, da Apple, para citar apenas os 3 mais conhecidos.

Com relação ao número de acessos diários à internet através dos smartphones, 40% dos proprietários de smartphones acessam a rede diversas vezes ao dia, 18% se conectam de duas a três vezes, e 21% o fazem apenas uma vez no dia. Há também os donos de smartphones que não acessam a internet nenhuma vez por dia, que representam 19% do total. Mais de um terço (34%) desses acessos são feitos em várias sessões curtas de conexões à rede ao longo do dia.

Das pessoas que possuem smartphones, 51% tem uma expectativa de que, no futuro, vão passar ainda mais tempo online. Outros 30% acreditam que vão passar a mesma quantidade de tempo conectados que passam atualmente, e 12% dizem que vão passar menos tempo online no futuro.

Quando perguntados sobre as principais atividades realizadas em seus smartphones, 79% dos usuários citaram a navegação na internet, 74% mencionaram o uso da câmera para tirar fotos ou fazer vídeos, 72% disseram acessar redes sociais, e 71% afirmaram usar os aparelhos para ouvir músicas, assim como para enviar e receber e-mails.

Quando falamos de compras pelo celular, percebemos que o m-commerce no Brasil ainda tem um grande potencial de crescimento, mas ainda precisa de investimentos para se desenvolver. Apenas 31% dos proprietários de smartphones já fizeram compras a partir de seus dispositivos, frente aos outros 69%, que nunca fizeram transações online em seus dispositivos móveis. Apesar disso, notamos que os adeptos das compras online não são apenas compradores esporádicos. Alguns o fazem com certa frequência: dos entrevistados que usam os smartphones para acessar a internet e já realizaram compras online, 8% afirmam fazerem compras no celular diariamente, e 13% dizem realizar ao menos uma compra por semana. Outros 45% destes responderam usar o celular pra fazer compras todo mês, enquanto os 34% restantes alegam ter uma frequência de compras no celular inferior a uma vez ao mês.

A forma de pagamento mais difundida entre os adeptos do m-commerce são os cartões de crédito e débito, utilizados por 58% dos respondentes.

Uma das principais utilizações do smartphone no processo de compra é a pesquisa de produtos e preços. Nos casos em que o usuário utilizou o celular para realizar uma pesquisa, 46% das vezes ele acabou não comprando o produto. Por outro lado, 45% dos donos de smartphones realizaram a compra por meio de um computador depois de fazer uma pesquisa móvel, e 27% fizeram a compra diretamente pelo smartphone. Outros 30% acabaram fazendo a compra de forma off-line, se dirigindo à loja física depois de fazer a pesquisa no dispositivo.

Os dados sobre a influência dos smartphones na decisão de compra são bem semelhantes: 31% dos usuários levam seus smartphones às lojas para pesquisar produtos. Outros 29% chegaram a mudar de ideia quanto às compras na loja física após realizarem uma pesquisa no celular, e 30% mudaram de ideia quanto às compras online por terem buscado informações na internet com seus aparelhos móveis.

Esses dados nos dão uma ideia do que representam atualmente os smartphones no processo de compra, que vem se alterando aos poucos, junto com os hábitos digitais dos consumidores. Os usuários não aceitam mais pagar caro por um produto que tem um preço menor em outra loja, e já estão começando a deixar pra trás a antiga barreira da segurança nas compras online, que já foi um grande entrave ao sucesso do e-commerce.

Só podemos imaginar até onde as novas tecnologias e a mobilidade vão levar a sociedade de consumo. Mas uma coisa é clara: o poder está cada vez mais saindo das mãos dos grandes vendedores e lojistas, e chegando aos consumidores. Basta agora estes saberem usar esse poder a seu favor.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

8 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Acho que os meios de pagamento tem muito para evoluirem ainda nos smartphones.

    Não há no Brasil nenhuma empresa que ofereça tal tecnologia para realização de pagamentos via Mobile App.

    Responder
  2. Olá Marcos,

    Interessante, mas instalei o Aplicativo no meu iPhone e está dando problema. Ao tentar fazer uma transferência não existe bandeira do cartão para selecionar. Dá pau.

    Talvez esta empresa ainda esteja começando, seja pequena, por isso não tem isso funcionando ainda. Mas a ideia é bem promissora.

    Abraços!

    Responder
    1. Antônio,

      O App funciona corretamente para o iPhone. Para poder ter as bandeiras dos cartões liberadas e utilizá-las vendendo, é necessário primeiro realizar o cadastro no site Akatus.com, enviar a documentação solicitada e em 48H seu cadastro é liberado para poder vender.

      A Akatus é uma empresa que apesar de ser start up tem executivos com grande experiência no mercado de pagamentos online e mobile.

      Além disto, tem o fundo Charse Equity dos fundadores e donos da Multi Holding, maior empresa de franquias de escolas de ensino e idiomas do mundo. Veja mais: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1058661-socios-do-grupo-multi-criam-empresa-de-pagamentos-por-celular.shtml

      Abraços,

      Marcos Bueno

      Responder
  3. Marcos,

    Fiz todo este procedimento. Fiz o cadastro na Akatus, mas em nenhum momento solicitaram a minha documentação. Talvez fosse este ruído de comunicação entre cliente x empresa que está impossibilitando que muitos outros consigam usar a aplicação assim como eu.

    Vou tentar achar o telefone do suporte da Akatus no site e tentar ligar para eles me auxiliarem. Dai eles resolvem meu problema, não é?

    Obrigado Marcos pela força e indicação, vou tentar mais uma vez usar.

    Sucesso e mais uma vez parabéns pelo artigo.

    ANTONI

    Responder
    1. Eu que agradeço ao seu interesse pela Akatus, Antoni.

      Obrigado pelo input de informação. Solicitei à área de relacionamento ao cliente para entrar em contato com você e ajudá-lo no processo todo até que estejas confortável para seguir utilizando o Akatus Mobile.

      Caso queira, envie para o meu e-mail: marcos@akatus.com, o seu e-mail cadastrado na Akatus para agilizar o processo.

      Abraços,

      Marcos Bueno

      Responder
  4. Boa tarde Marcos, tambem encontrei problema com meu cadastro na Akatus. trabalhei com eventos e fiz o meu cadastro no inicio da semana passada pois iria precisar muito para um evento no final de semana do feriadao de 7 de setembro. Realizei cadastro, enviei toda documentaçao. Pelo prazo de 48 horas meu cadastro teria que ser liberado até quarta feira passada dia 5/9/2012. So que até hoje dia 10/09/2012 minha documentaçaõ nao foi nem verificada ainda.

    Responder

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.