A greve dos Correios prejudica as vendas do e-commerce?

por Thiago Sarraf Terça-feira, 15 de setembro de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

A greve dos Correios é um assunto ainda polêmico e que acontece pelo menos duas vezes ao ano. São insatisfações do lado dos consumidores, que não têm seus produtos entregues em casa. E desespero do lado dos e-commerces, que observam a queda das vendas durante este período.

Porém, é preciso calma. Durante as greves dos Correios é normal que haja diminuição da taxa de conversão, justamente pelo receio dos consumidores.

Especialmente o brasileiro, que é um povo ansioso. Esperar muito tempo pela chegada do produto causa desconforto e desmotiva as compras online.

Prejuízo nas vendas

A greve dos Correios não significa que as agências param totalmente e nenhuma entrega é efetuada.

As encomendas continuam com movimentação, apenas as cartas que são mobilizadas. É mais provável que as agências fechem em cidades menores e do interior, do que nos grandes centros, como São Paulo, por exemplo.

Para o e-commerce, prefira os envios via Sedex, que são tratados com maior prioridade. Aconselho isso, claro, se tal método de envio fizer sentido dentro do seu orçamento. Afinal, a taxa é maior do que o PAC.

Desative, provisoriamente, a opção de PAC em sua loja ou então aumente o prazo de entrega. É importante informar o consumidor sobre a situação e das possibilidades de atraso e demora.

O prejuízo das vendas ocorre devido ao receio dos consumidores em relação às entregas. Pela falta de informação, muitos acabam ficando com o pé atrás na hora de finalizar a compra com medo da mercadoria não chegar ao destino.

Trabalhar sem os correios

Se acontece todo os anos, não seria melhor trabalhar sem os Correios? Posso afirmar que não, porque é muito difícil encontrar outras soluções e preços com a cobertura dos Correios.

Existem, sim, diversas transportadoras e soluções pelo país, como Mandaê e Melhor Envios, que “caçam” contingências para melhores soluções de entrega. No entanto, com um país do tamanho do Brasil, os Correios continuam sendo os únicos a cobrirem toda a extensão continental do nosso país.

Sem contar que a partir do momento em que seu e-commerce é estabelecido e sua loja consegue bons contratos com este meio de entrega, os valores e coleta de mercadoria tornam-se práticos e benéficos para o e-commerce.

Seja transparente

A melhor saída que você pode adotar para situações de greve dos Correios é ser transparente com seus consumidores. Deixe avisos sobre a greve e informe o aumento nos prazos de entrega.

Assim você alerta seus clientes sobre a questão, que terão ciência do problema e mais paciência com a entrega dos produtos.

Transportadoras

É nos momentos de greve que as transportadoras ficam mais ocupadas e que mais lojas às procuram para tentar realizar as entregas.

Dessa forma, portanto, elas estarão sobrecarregadas, o que significa que você não conseguirá ótimos preços para enviar poucos produtos.

Caso você esteja presente em grandes centros comerciais, darei uma boa notícia. Nesse casos, apesar de maior tempo de operação, os Correios geralmente mantém os envios.

E-commerces de pequeno porte

Para os grandes e-commerces a greve tem poucos efeitos, especialmente quando localizados em grandes centros.

Conseguir bons contratos com os Correios e ter um bom volume de envios diários já é o suficiente para disponibilização de coleta das suas entregas. Além disso, os contratos também garantem parte dos envios das mercadorias.

Já para e-commerces de pequeno porte, a solução são empresas que caçam as contingências e fazem contratos por você. Mas, como já mencionei, também vale ser transparente com o consumidor e pedir o aguardo do maior prazo de entrega.

Greve dos correios causa prejuízo?

Sabendo que a greve dos Correios ocorre pelo menos duas vezes ao ano, é possível se preparar para tais cenários. Não deixe para correr atrás de contratos ou transportadoras quando a greve chegar. Mantenha seu consumidor informado e abra jogo.

As vendas vão sofrer, sim. Especialmente com aqueles consumidores que gostam de ter o produto em mãos o mais rápido possível. Porém, não deixe de ser transparente e ter opções em mãos para que sua loja possa prosperar em qualquer adversidade.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.