A evolução da Black Friday no Brasil

por Rodrigo Ramos Quarta-feira, 06 de janeiro de 2016

No dia 27 de novembro de 2015 tivemos a 5ª edição da Black Friday no Brasil. Apesar desse curto período e das polêmicas envolvendo a legitimidade dos descontos, o volume de vendas no e-commerce já se tornou maior do que o Natal e com isso a data se tornou o principal evento do varejo virtual. Esse sucesso fez com que empresas que atuam em modelo omnichannel seguissem com os mesmos preços do e-commerce para o mercado offline.

Black Fraude?

O trabalho amador de algumas lojas sobre os preços praticados, acabaram inicialmente criando uma reputação negativa a respeito da data e fazendo muitos acreditarem que a Black Friday no Brasil é fraudulenta.

No entanto, os números falam por si e essa mentalidade tem aos poucos se desfazendo frente ao sucesso da data que ainda está longe de atingir todo o seu potencial. Segundo levantamento realizado pela Zanox, rede europeia de publicidade com base em resultados de performance, dentro da sua rede de afiliados, a Black Friday no Brasil faturou R$ 70.123.772, segundo publicado pelo E-Commerce Brasil.

Black Friday exige planejamento

A Black Friday, assim como qualquer outra data sazonal, precisa ser muito bem planejada. Esse planejamento deve abranger:

Preços com descontos reais;

Estoque capaz de atender a demanda;

Tecnologia/hospedagem do site;

Se analisarmos a evolução da Black Friday nos últimos 3 anos, veremos o quanto temos evoluído.

Algumas lojas já identificaram a importância de se manterem ativas na disputa pelo consumidor chegam a fazer plantões de quase 24 horas para impedir questões como a queda do site (que esse ano foi muito menor em relação ao ano passado).

A tendência utilizada por boa parte dos lojistas são preços tabelados, então como podemos vender mais do que os outros 3 ou 4 principais concorrentes se os valores estão idênticos?

Além de um estoque capaz de suprir a demanda, o diferencial competitivo será a experiência que você irá proporcionar ao seu usuário e possível novo cliente. A fidelidade para com as marcas está se tornando menos relevante e isso tem sido substituído aos poucos pela fidelidade à experiência.

Se você continuar tratando os seus clientes como apenas um número a mais ou a menos no faturamento a tendência é que você perca espaço no seu mercado.

Após a Black Friday de 2015, não se preocupe apenas com preços e estoque, mas preocupe-se com a experiência que você está proporcionando aos seus clientes e os números certamente irão te surpreender.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER