Acesso rápido

14 dicas para seu e-commerce vender na Black Friday

por Karoline Arias Sexta-feira, 18 de outubro de 2019   Tempo de leitura: 10 minutos

O evento mais esperado dos varejistas e consumidores brasileiros está chegando, a famosa Black Friday. Essa é a hora para os vendedores queimarem os estoques e criarem promoções persuasivas para uma maior conversão de vendas.

Segundo os dados do E-bit | Nilsen de 2018, no período da Black Friday as lojas virtuais faturaram mais de R$ 2,6 bilhões, apresentando um crescimento de 23% comparado com 2017. Já em 2019, com a entrada de novos web shoppers, a previsão é um crescimento de 11% comparado com a Black Friday de 2018.

E para aproveitar este período que ano-a-ano só cresce, preparamos 14 dicas que irão definir o sucesso do seu e-commerce na Black Friday de 2019.

A Black Friday de 2018 apresentou um crescimento significativo em relação a 2017 (Fonte: Ebit | Nielsen)

 

Black Friday

A Black Friday é a sexta feira depois do dia de Ação de Graças (Thanksgiving em inglês) nos EUA. Nesse dia especial, as lojas organizam grandes descontos e por isso a Black Friday é conhecida como o dia que inaugura a temporada de compras natalinas.

Aprendendo com os anos anteriores

Uma boa prática é sempre avaliar os pontos positivos e negativos após um projeto terminado ou até mesmo após um evento como a Black Friday. O que poderia ser melhorado? Quais pontos acertamos? Quais erramos? Trabalhando o lessons learning os gaps da última Black Friday serão corrigidos e os acertos serão fortalecidos.

Após essa análise você terá uma visão muito mais ampla de seu negócio e poderá tomar as melhores decisões no ano seguinte.

Planejar com Antecedência

Esteja à frente da concorrência, se eles estão um passo adiantado em seu planejamento esteja três passos à frente. Comece a se preparar para a Black Friday com pelo menos 3 meses de antecedência, assim seu e-commerce estará com todas as diretrizes alinhadas para o sucesso no tão esperado dia. Faça um checklist para ajudar a organizar todos os preparativos.

Identidade visual para o Black Friday

Faça com que o cliente se sinta no clima da Black Friday. Crie uma identidade visual única e atrativa de Black Friday e implemente (permanecendo por um período definido) em todos os canais de relacionamento com o cliente como e-commerce, apps, e-mails, redes sociais e pontos de atendimento físico.

Especificamente para o e-commerce, capriche no look and fell, com um novo template ou landing page personalizado, aplicando banners atrativos com as maiores promoções e personalize as vitrines para mostrar os produtos carro-chefe.

Outra dica é levar o clima da Black Friday para o escritório e cd’s. Além de tornar um momento especial para todos, desperta o senso de agilidade e atenção para o período de alta demanda.

Preço justo

No Brasil o termo “Black Fraude, tudo pela metade do dobro” não pegou à toa. Muitas lojas online ou físicas aumentam absurdamente o preço dias antes da Black Friday, para depois poderem despencar os preços. Além de ser uma má prática, o Procon-SP começou a monitorar os preços das lojas participantes.

Uma boa dica é: não fazer uma mudança significativa nos preços nos dias que antecedem a data da Black Friday. Os consumidores vêm acompanhando o valor de venda de perto e essa mudança só fara com que sua loja fique com uma reputação negativa.

Taxa administrativa menor para períodos sazonais

Negocie com as suas administradoras financeiras uma taxa menor de cartão de crédito e débito para o período da Black Friday. Como já é de conhecimento público, neste período, existe uma alta das vendas com preços reduzidos, por isso é plausível uma redução das taxas financeiras.

Planejamento dos preços e promoções para os produtos

Separe um tempo para planejar quais promoções serão aplicadas em cada produto, calcule e avalie a possibilidade de um desconto no frete ou frete grátis. Apesar do frete grátis ser um grande atrativo para o consumidor, um erro no cálculo pode gerar um grande prejuízo a empresa (em alguns casos até a falência).

Esse é o melhor momento para liquidar um determinado grupo de produtos que está parado no estoque, ou produtos que estão com a data próximo do vencimento (jamais venda produtos fora da validade, para evitar que as mercadorias passem da data de vencimento use o método FIFO em seus estoques).

Promoções

A várias formas de criar promoções atrativas para seus clientes e ainda aumentar o ticket médio de seus pedidos:

  • Compre junto (cross-selling) – Essa promoção consiste em ofertar ao comprador um segundo produto relacionado com desconto se levado com o produto prioritário. Ex: 20% de desconto em Blusa + Colar.
  • Leve mais por menos – Promoção interessante para produtos que não são duráveis, incentive o consumidor a levar mais do produto aplicando um desconto fixo. Ex: 20% a cada 2 caixas de bombons.
  • Desconto progressivo – Promoção interessante para produtos que não são duráveis, incentive o consumidor a levar mais aplicando descontos acumulativos, importante definir um volume máximo para que o desconto não seja demasiado grande e cause prejuízo. Ex: 2% de desconto em cada sabonete (levando 50 sabonetes ele teria 100% de desconto, por isso a importância do limite de volume).
  • Compre e ganhe – Pode-se incentivar a compra de um par sapato, por exemplo, e o cliente ganha o frete grátis ou então um par de meias.
  • Valor mínimo do pedido – Outra forma é definindo um valor mínimo sobre o pedido para ter um valor de desconto. Ex: Ganhe 15% de desconto em compras acima de R$ 300,00.
  • Cupom de desconto – Anuncie cupons de desconto em suas redes sociais para atrair os Social Commerce ou Social Shopper na sua loja virtual.

Promoção por público alvo

Você pode aplicar uma promoção diferente para públicos diferentes.

  • Cluster – Um determinado cluster de clientes (agrupamento de clientes) pode ter um desconto diferenciado conforme a regra de negócio da sua loja. Ex: Programa Fidelidade.
  • Por região – Descontos diferenciado para cada região.
  • Marketplace – Promoções exclusivas para clientes que compram por um determinado Marketplace. Ex: Desconto exclusivo no B2W.
  • Meio de pagamento – Desconto para determinadas operadoras de cartões. Ex: Desconto de 10% para Itaucard.

Estoque dos produtos

A preparação dos estoques é um passo de suma importância, não há nada mais desmotivador do que buscar um produto desejado e descobrir que ele está esgotado. Além da perda da venda, o cliente pode não retornar mais a sua loja.

Por isso reforce a quantidade de produtos no estoque, principalmente os produtos carro-chefe e os grupos de mercadorias com os maiores descontos e promoções.

Aumentar a equipe de operação do fulfillment

Devido a alta demanda da Black Friday uma boa estratégia é aumentar sua equipe de Fulfillment (refere-se ao processo que envolve desde o pedido do cliente até o recebimento da encomenda). Evitando assim atrasos nas entregas.

Frete

Principalmente no período de Black Friday, trabalhe sempre com mais de uma transportadora e negocie com elas uma redução na taxa de entrega nessa data sazonal. Como o volume de entregas é demasiado e imprevistos podem acontecer (e considere esse risco) é recomendado coloque uma “Gordura” a mais no tempo de entrega para evitar atrasos e inconvenientes.

Comunicação, marketing e mídia sociais

Em 2019 nós brasileiros passamos 110 bilhões de horas em redes sociais e apps de comunicação. Só a Índia foi maior que nós. Nós brasileiros somos a segunda população no globo que mais passa tempo em redes sociais.

Fonte: App Annie

Com esta realidade o Social Commerce ou Social Shopper se torna uma estratégia indispensável para persuasão e conversão em vendas através das redes sociais. Realize um plano de marketing digital específico para o Black Friday e após aplicar, acompanhe e monitore os resultados e possíveis manobras para atingir melhores resultados.

Operação reversa (pós-venda)

A verdade é que o processo de compra de um cliente não termina na entrega, o pós-venda é muito importante para fidelizar o cliente e manter uma boa reputação da loja. Seja atencioso e escute seus clientes, jamais deixe-os sem resposta procure negociar e procurar soluções que beneficiem ambos os lados.

Segurança e sustentabilidade do e-commerce

Como é de se esperar, na Black Friday o número de clientes é muito mais alto que nos dias normais. Para evitar que a sua loja virtual saia do ar no tão esperado dia e você deixe de faturar suas vendas, use uma plataforma segura e que suporte uma grande quantidade de acessos e pedidos.

Aproveite a Black Friday para aumentar o seu faturamento e fidelizar mais clientes. Encare como uma grande oportunidade de se destacar no mercado e nas redes sociais.
Boas vendas!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.