Acesso rápido

10 maneiras de utilizar API para melhorar seu e-commerce

por Luiz Piovesana Sexta-feira, 15 de maio de 2015

Os líderes de negócios e tecnologia falam cada vez mais sobre como as indústrias devem se adaptar ao contexto tecnológico do mundo moderno. Enquanto outros tipos de negócio ainda conversam sobre este tema, o e-commerce deve mergulhar no mundo das APIs agora para continuar competitivo.

Dados ajudam os varejistas online a entender que tipo de produto o seu consumidor procura e precisa. Nesse contexto você consegue oferecer informações para o seu consumidor no momento que eles estão realizando as decisões de compra.

Application Programming Interfaces (APIs) são os conectores que conseguem transformar os dados em um painel de análise de indicadores, de forma prática. As APIs também fazem com que os empreendedores consigam enviar a informação para o seu consumidor na hora certa e no meio de comunicação mais adequado.

Entendendo este poder das APIs para o seu negócio, vamos falar de 10 maneiras para utilizá-las que estão em evidência no mundo do e-commerce.

1. API de Informação de Produtos

Exemplo: Semantics3

APIS para ecommerce2

Como está sendo utilizado: utilizando uma API, você pode conectar seu catálogo de produtos diretamente com um banco de dados global que compartilha informações detalhadas sobre os produtos que você vende.

Esse tipo de API pode ser utilizado para exibir imagens de marca, descrições de produtos, especificações detalhadas do produto, e os títulos completos do produto diretamente com o banco de dados global de produtos.

Desta forma, você pode preencher automaticamente um conteúdo de catálogo de produtos em seu site de varejo on-line usando uma API para informações sobre o produto. A facilidade de integração dependerá de sua plataforma de comércio eletrônico.

2. APIs para aprovação social

Exemplo: Twitter, Instagram e Facebook

apis para aprovacao social

Como estão sendo utilizados: a aprovação social sob a forma de comentários do Twitter, números de likes no Facebook e análises de produtos são sinais de confiança importantes para compartilhar com os compradores.

A loja online da BaubleBar, por exemplo, conseguiu utilizar muito bem as mídias sociais, utilizando feeds de fotos do Instagram de clientes vestindo suas jóias, como uma maneira de dar os compradores mais confiança em comprar produtos a partir deles.

Os varejistas podem utilizar APIs para “transmitir” o que acontece nas mídias sociais direto para seus sites. Widgets em plataformas do catálogo de produtos que lhe permitem mostrar os recentes comentários do Twitter, por exemplo, são alimentados através da API do Twitter.

3. APIs de sites de busca

Exemplos: Algolia

search that makes sense

Como está sendo utilizado: fornecendo recursos avançados de pesquisa em seu site pode aumentar a experiência de compra para os clientes. A loja Cherrybrook de produtos para cães, por exemplo, usa isso para ajudar os visitantes do site a detalhar de forma muito rápida as categorias de produtos que desejam, e para descobrir marcas exclusivas ou itens que poderiam ter perdido.

Para os varejistas, com extensas páginas de conteúdo, uma API de busca do site pode ser instalada em seu site para dar aos visitantes uma experiência menos frustrante quando eles estão tentando procurar um determinado produto ou conteúdo detalhado em seu site.

4. APIs de personalização

Exemplo: Gravity

apis de segmentacao

Como está sendo utilizado: APIs de personalização podem ajudá-lo a organizar o conteúdo do site para melhor atender as necessidades de cada cliente e visitante do site. Há duas maneiras principais que você pode usar APIs de personalização.

É uma maneira de ajudá-lo a pedir o conteúdo que você promover em seu site com base em visitas anteriores de um visitante e seu histórico de compra. Você também pode usar essas APIs de personalização para enviar e-mails de vendas mais direcionados a esses clientes. Assim você tem certeza que seus visitantes estão interessados nos produtos que você manda.

Uma segunda maneira é usar uma API que ajuda você a entender os interesses do seu cliente a partir do comportamento na web e mídias sociais. Essas APIs utilizam algoritmos complexos para reordenar o conteúdo do site para que ele corresponda ao que seus visitantes têm falado no Facebook, o que eles pesquisaram no Google, etc.

5. APIs de automação de Marketing

Exemplo: Zapier

apis de automacao de marketing

Como está sendo utilizado: existem ferramentas disponíveis que podem ajudá-lo a automatizar processos de negócios usando APIs para você. A beleza de utilizar a automação de marketing, é que você não precisa sujar suas mãos para conseguir segmentar suas oportunidades ou até mesmo ajudá-los a se tornarem clientes. Por exemplo, você pode adicionar automaticamente qualquer cliente do site para uma lista de e-mail marketing, e agrupá-los pelo produto que eles compraram ou quanto eles gastaram para que você possa personalizar suas comunicações enviando ofertas que você sabe que eles estão interessados.

6. APIs de logística

Exemplo: Shipwire

APIs de logistica
https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/sensediafiles/marketing/newsletter/2015/04apr/SENSEDIA-ecommerce-7.jpg

 

Como estão sendo utilizados: Varejistas on-line especializados em entregas diretas podem incorporar o transporte com APIs de entrega em seu modelo de negócio para fornecer uma experiência de compra mais confiável. Ao utilizar essas APIs, os varejistas podem automatizar os processos da venda até ao nível do pacote a ser entregue na porta de seus clientes.

Por exemplo, a API de envio pode ser ativada após a venda realizada em seu site para desencadear que um determinado produto deve deixar o armazém do seu fornecedor e ser enviado para o seu cliente. A API pode, então, fornecer uma ferramenta de rastreamento para você e seu cliente, de modo que você pode assistir como a entrega é feita para o seu destino final.

7. APIs de comparação de preço

Exemplo: Indix

APIs de comparação de preço
https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/sensediafiles/marketing/newsletter/2015/04apr/SENSEDIA-ecommerce-8.jpg

 

Como estão sendo utilizadas: ser capaz de controlar os preços dos seus concorrentes é fundamental para um negócio online. Você pode ligar o seu catálogo de produtos em uma API de comparação de preço e receber relatórios automáticos que comparam os seus níveis de preços de produtos para seus concorrentes. Você pode analisar esta informação para otimização de preços (venda a um preço justo, de modo que você pode aumentar as vendas sem perder lucro), e para combinar preços em momentos específicos do ano, como as próximas férias.

8. APIs de recomendação de conteúdo

Exemplo: Random House e API do Pinterest

APIs de recomendacao de conteudo
https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/sensediafiles/marketing/newsletter/2015/04apr/SENSEDIA-ecommerce-9.jpg

Como estão sendo utilizadas: é muito interessante ver como a Random House está utilizando API para recomendar livros que estão em seu catálogo. Random House é capaz de adicionar itens de produtos populares e tendências para uma página em seu site que ajuda os novos clientes digitalizar itens que possam estar interessados.

Esta é uma combinação do uso de prova social como endosso do produto, bem como ajudar os clientes a se deparar com novo livro comprando novas ideias e revendo o que títulos estão atualmente como “mais popular”. Há também outras APIs de recomendação que pode ajudar o e-commerce criar uma lista de sugestões de produtos para comprar.

9. APIs de afiliação

Exemplo: Amazon Affiliates

APIs de afiliacao
https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/sensediafiles/marketing/newsletter/2015/04apr/SENSEDIA-ecommerce-10.jpg

Como estão sendo utilizadas: é fácil começar a ficar nervoso sobre quantas técnicas de codificação estão envolvidas na incorporação de APIs em seu site, mas caso você não saiba, talvez já esteja usando APIs. Se o seu site inclui itens que apontam para produtos na Amazon, então as chances de que esteja usando a API da Amazon, mesmo sem conhecê-la, é grande! Estes elementos são alimentados por APIs da Amazon para ajudá-lo a exibir produtos da empresa em seu site e gravar quando seus clientes comprar um item, de modo que você pode obter a sua comissão.

10. APIs anti-fraude

Exemplo: Sift Science

APIs anti-fraude
https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/sensediafiles/marketing/newsletter/2015/04apr/SENSEDIA-ecommerce-11.jpg

Como estão sendo utilizadas: você pode adicionar uma API anti-fraude para seu fluxo de trabalho de modo que quando os clientes compram de você, suas vendas são encaminhadas via API através de um algoritmo de anti-fraude para determinar se a venda levanta qualquer bandeira para o comportamento de compra desonesto. APIs Anti-fraude se atualizam com as tendências financeiras e as últimas fraudes de cartão de crédito além de marcar todas as informações de vendas que foram concluídas que coincide com práticas fraudulentas anteriores.

Um negócio que não está utilizando APIs estará morto daqui a 10 anos!

Os analistas de mercado estão prevendo que todas as empresas terão de ser capazes de integrar uma gama de serviços e fazer uso de dados para personalizar a experiência dos clientes ou eles vão se tornar obsoletos rapidamente na economia emergente. APIs estão no centro de tornar tudo isso possível. Qualquer negócio de varejo on-line que não estiver fazendo uso de APIs terão de correr para alcançar este novo universo.
Se o seu negócio e-commerce não está usando APIs, faça 2015 o ano para você começar.

Lembrando sempre que temos o Webinar para o conhecimento do poder das APIs: http://downloads.sensedia.com/webinar-o-poder-das-apis

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.