Projeto mantido por:

Como o cadastro de item ajuda no tráfego orgânico dos marketplaces?

By Mayra Gianoni Thursday, 30 de June de 2022   Read time: 8 minutes

A experiência de compra em uma loja física é muito simples. O consumidor tem contato com os itens, pode conversar com um vendedor e até experimentar ou testar o produto. Enquanto isso, no e-commerce, todo esse processo acontece através de uma tela.

Ao comprar pela internet, o cliente depende totalmente das informações fornecidas pelos lojistas, ou seja, ele depende de tudo que foi registrado no cadastro daquele produto!

Confira práticas de cadastro de itens e como isso pode impactar no tráfego orgânico da sua loja e impulsionar suas vendas no marketplace.

O cadastro de item é todo o processo que um lojista passa para criar sua vitrine, isto é, o anúncio do produto que ele deseja vender pela internet. Essa é uma das etapas mais importantes de venda. Afinal, ela impacta diretamente a decisão de compra dos consumidores e, consequentemente, os resultados da loja.

Sendo assim, neste artigo, vou listar algumas práticas que devem ser levadas em consideração no cadastro de itens e mostrar como isso pode impactar no tráfego orgânico da sua loja e impulsionar suas vendas no marketplace.

Quanto mais informação, melhor!

Não economize nas informações na hora de cadastrar os seus produtos em uma plataforma! Quanto mais informações você colocar, mais fácil será o processo de escolha e decisão de compra do consumidor.

O importante não é fazer um cadastro bonito, mas sim um cadastro de qualidade, que forneça as informações principais para o seu consumidor e ajude-o a comprar o produto certo.

Vamos imaginar que você quer vender roupas fitness em um marketplace. Quais informações são indispensáveis no seu cadastro? O tamanho, as medidas da peça, o tecido e uma foto da roupa em uma pessoa real não podem faltar. Já o peso daquela peça, por exemplo, não é uma informação que impacta tanto a decisão de compra nesse caso, não é mesmo?

Sendo assim, o segredo para montar um cadastro de itens bem completo é sempre se colocar no lugar do consumidor e pensar nas informações que serão relevantes para ele no momento da compra e de acordo com o produto que ele irá comprar. É entender e antecipar todas as dúvidas deles.

Monte uma vitrine completa

Também é importante lembrar que o cadastro vai além da ficha técnica do produto e abrange a descrição do item e as imagens que ilustram o anúncio.

Esse conjunto de ficha técnica, descrição e imagens faz com que os clientes tenham todas as informações necessárias sobre o produto e fará com que as suas ofertas se destaquem nas plataformas de marketplace.

Se levarmos em consideração um lojista que queira vender videogame, por exemplo, são produtos em que os modelos são sempre iguais, já que foram montados pelas principais indústrias. Por conta disso, independentemente do lojista e do canal de vendas, as informações são sempre bem similares e, muitas vezes, já são até conhecidas pelos consumidores.

Agora, se falamos sobre vender jeans ou camisetas, por exemplo, nem sempre esses produtos são iguais, já que o número de modelos e fabricantes é muito maior. Nesse caso, os clientes precisam de mais informações para conhecer o seu produto e chegar a uma decisão de compra.

Assim, quando levamos em conta produtos originais, artesanais ou fabricados pela sua própria loja, o cadastro de produtos bem completo e detalhado se torna ainda mais relevante para que o seu anúncio ganhe espaço no marketplace e seja encontrado nas buscas dentro da plataforma e também no Google.

Anúncios mais completos ganham mais destaque!

Os marketplaces possuem diferentes estratégias de negócio, seja para suas vitrines patrocinadas, para categorizar os produtos ou até mesmo para encontrar os itens no mecanismo de busca.

E em todos esses casos, quanto mais informações você fornecer no cadastro dos seus produtos, mais fácil será para o marketplace apresentar esses itens aos clientes e posicioná-los nesses locais de destaque.

Por isso, vale se atentar às melhores práticas de cadastro de cada marketplace onde você vender, além de consultar algumas dicas de SEO, uma prática que te ajuda a conhecer a melhor forma de escrever para que os algoritmos de busca encontrem seu anúncio.

E se a plataforma reconhece melhor o seu produto e todas as informações que você adicionou, ela consegue entregar os seus produtos aos clientes certos. Isso melhora a sua performance dentro do canal e até mesmo o tráfego orgânico do seu anúncio.

Vamos imaginar que você tem uma loja de bolsas, por exemplo. A bolsa tiracolo e a bolsa transversal são iguais, porém, um desses termos pode ser mais utilizado pelos clientes na hora de buscar pelo produto. Conhecendo esse detalhe, você pode impulsionar o seu negócio apenas usando as palavras certas no cadastro de itens.

E se você vende em um marketplace, esse processo pode ser ainda mais fácil, pois muitos canais já oferecem esse tipo de análise aos lojistas, mostrando como os clientes estão buscando os itens dentro da plataforma.

Entendeu como o cadastro de item pode te ajudar no tráfego orgânico ao vender dentro dos marketplaces? Quando o seu anúncio contém informações inteligentes e relevantes para o cliente que está em busca desse produto, isso é melhor para a estratégia das próprias plataformas e, consequentemente, é melhor para os seus resultados!

Leia também: Qual é o papel do marketplace na estratégia de diversificação de canais

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Leave your comment

0 comments

Comments

Your email address will not be published.

Commenting as Anonymous

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER