Projeto mantido por:

Black Friday 2022: antecipe estratégias para vender mais

By Evandro Alves Monday, 01 de August de 2022   Read time: 8 minutes

Falta pouco para a Black Friday 2022. Neste ano, o evento será no dia 25 novembro, mas existem bons motivos para o varejo antecipar as estratégias se deseja vender mais na data.

Descubra como a proximidade da Copa do Mundo afeta as vendas na Black Friday 2022 e como o varejo pode se preparar para atrair o consumidor.

É preciso preparar sua loja para a Black Friday. Sobretudo, porque essa não é a única contagem regressiva do comércio neste segundo semestre. Em 2022, além da proximidade com o Natal, acontecerá no mesmo período a Copa do Mundo no Catar, entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro.

Quer saber mais sobre a relação entre futebol e as vendas de fim de ano? Então, acompanhe a explicação com dados de várias pesquisas sobre o assunto.

O impacto da Copa do Mundo na Black Friday 2022

A Copa do Mundo de futebol masculino move muito mais do que a paixão dos torcedores. O evento também aquece o mercado de consumo e influencia o planejamento de compras dos brasileiros.

Esse impacto nas vendas começa semanas e até meses antes do torneio. Dados do Google sobre a Copa do Mundo de 2018 mostram que diversos itens tiveram aumento na procura entre os brasileiros.

Produtos em alta na época:

  • Painel de TV: alta de 5,7 vezes
  • Sofá: alta de 4,4 vezes
  • TV: alta de 3,4 vezes
  • Smartphone: alta de 2,6 vezes

Na Copa do Mundo de 2022, esse efeito deve ser visto novamente. A Pesquisa Consumo 2º semestre 2022, da Behup, já aponta quais categorias têm maior intenção de compra no país para esta edição do campeonato.

Intenção de compra para a Copa do Mundo no Catar:

  • Roupas e acessórios: 20%
  • TV, áudio e vídeo: 15%
  • Compras de supermercado: 14%
  • Calçados: 12%
  • Artigos esportivos: 12%
  • Smartphones: 11%
  • Decoração: 9%

Aí entra a importância de antecipar a estratégia da Black Friday 2022 para o brasileiro garantir a tempo um sofá confortável ou comprar uma Smart TV para acompanhar os jogos do Mundial. Inclusive, segundo a Pesquisa Pinion Copa do Mundo 2022 – CMI, 81% dos interessados na Black Friday são favoráveis à antecipação da data neste ano.

Ou seja, as lojas que fizerem promoções apenas no dia 25 de novembro podem perder uma parcela considerável do público consumidor.

Intenção de compra e produtos mais procurados

A Black Friday 2022 oferecerá oportunidades de venda em diversos segmentos, desde que o varejo saiba se preparar.

Para este ano, a Behup indica que 50% dos consumidores pretendem comprar algum produto. Esse número é maior do que o registrado em 2021, quando ficou em 47%.

Mas o público no Brasil tem enfrentado uma queda no poder de compra. Isso o levará a pesquisar mais e a comparar melhor não só os preços, mas também à facilidade de pagamento como um todo e outras vantagens, a exemplo do frete grátis.

Entre os produtos mais procurados para a Black Friday 2022, temos:

  • Roupas e acessórios: 34%
  • Smartphones: 33%
  • Eletrônicos: 33%
  • Calçados: 27%
  • Eletrodomésticos: 27%
  • Perfumes e cosméticos: 26%
  • Computadores: 23%
  • Móveis: 20%

No conjunto da intenção de compra dos brasileiros, ainda temos oportunidades de venda em viagens (16%), decoração (14%), livros (13%), jogos eletrônicos (13%), materiais de construção (11%) e muitas outras categorias.

Independentemente do produto ou serviço de interesse, o e-commerce é parte essencial da jornada de compra no varejo brasileiro. Na Pesquisa Pós Black Friday 2021, a Behup informa que 49% dos consumidores no país compraram apenas pela internet na ocasião, enquanto outros 31% aproveitaram as promoções em lojas virtuais e físicas. Portanto, atenção à experiência multicanal ou omnichannel.

Agora fica a pergunta: será que ainda há espaço para compras por impulso na Black Friday? Os dados de 2021 provam que sim.

Os principais fatores para uma compra não planejada são:

  • Frete grátis: 38%
  • Descontos acima de 50%: 37%
  • Entrega rápida: 23%
  • Pagamento flexível: 16%

Se sua estratégia para a Black Friday não inclui um ou mais desses fatores, está na hora de revê-la.

O papel do crediário digital nas vendas da Black Friday

Oferecer frete grátis ou descontos acima de 50% não é viável para muitos negócios, nem a entrega rápida costuma estar sob o controle logístico. Mas existe um fator que você pode ter na sua loja para aumentar as vendas na Black Friday 2022: o crediário digital.

Também conhecido como BNPL ou “compre agora, pague depois”, o crediário digital oferece uma alternativa ao cartão de crédito para o parcelamento de compras. Melhor ainda, é uma opção mais vantajosa para o consumidor e para o lojista.

Para o consumidor, o crediário digital oferece a possibilidade de pagar as compras no boleto parcelado ou no Pix parcelado em até cinco vezes sem juros, ou em até 24 vezes com juros a partir de 1,99% ao mês. Portanto, menores do que os do cartão de crédito. Isso significa mais flexibilidade para os brasileiros comprarem o que desejam nesta Black Friday.

Já para o lojista, a solução garante o recebimento do valor da compra à vista, ajuda a reduzir o abandono do carrinho e é capaz de aumentar o ticket médio das vendas em 50%, em média.

Então, mais do que opcional, o crediário digital é uma necessidade do varejo para aumentar as vendas na Black Friday. Corra para preparar seu negócio!

Leia também: Como preparar seu e-commerce para a Black Friday 2022?

 

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Leave your comment

0 comments

Comments

Your email address will not be published.

Commenting as Anonymous

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER