As 10 regras de ouro para atrair links de autoridade – Parte 01

quarta-feira, 14 de março de 2012 Nenhum Comentário
Seções: , ,

No mundo do link building, conseguir um link de autoridade para seu site/ blog tem sido um dos aspectos mais importantes para o crescimento do mesmo. Em 2009, as métricas de “nível de link da página” e “nível de autoridade do domínio” registraram mais de 46% da própria autoridade de suas páginas:

Em 2011, essa porcentagem caiu 4%, indo para 42.58%. Sugerindo, assim, que o link building continuará sendo um fator crítico para o sucesso do seu blog/website.

Mas nós sabemos que não é qualquer link que servirá. Quanto melhor for o site de onde o link está vindo, melhor será o link. É por isso que suas campanhas de link-building precisam ser construídas com o objetivo de atrair links de autoridade. Mas como fazer isso? E o que de fato é um link de autoridade? Deixe-me explicar.

Links de autoridade absolutos e relativos

Existem dois tipos de autoridade. Existem sites de autoridade absoluta, como o Huffington PostThe Daily Beast e o blog do Google. Esses sites também são rotulados como autoridades “informacionais”, que se contrapõe aos de autoridade “navigacional”, como oDMOZ.

Por outro lado, você também tem sites de autoridade relativa. Esses são sites controlados por blogueiros ou webmasters que são autoridades em um nicho. Blogs como o de Robert Scoble, o Dooce ou o Mashable são autoridades em seus mercados, mesmo o link juice que eles te forneçam não seja tão alto quanto o de um site de autoridade absoluta. Definitivamente vale a pena atraí-los!

Mas como você, de fato, consegue um link desses sites? Eu selecionei as regras mais importantes para atrair links de autoridade. Como eu detalhei bem cada uma, dividi o artigo em duas partes. E nesse primeiro artigo, você vai ver as cinco primeiras regras de ouro:

1. Escreva conteúdo que atraia links de conteúdo editorial

A tática mais importante para atrair links de autoridade é escrever conteúdo que vale a pena linkar. Quais as características desse conteúdo?

  • Angular – este conteúdo preenche uma lacuna óbvia no mundo da informação web, que você alimenta com conselhos dos experts, posts detalhados e argumentos bem fundamentados. Este conteúdo também irá te definir, então é importante estabelecer inicialmente em que o seu blog/ site irá focar. Esta também é uma grande porção do conteúdo que você compartilha.
  • Conteúdo pessoal – cerca de um quarto, ou menos, do conteúdo deve conter histórias pessoais que buscam ajudam os seus leitores a compreender quem você é e de onde você vem. O meu artigo “How Being a Patel Made Me Somewhat Successful” é um ótimo exemplo. Ele fica dentro do conteúdo angular do site e também mostra um pouco da minha vida pessoal.
  • Conteúdo provocador – esta é uma pequena fração do seu conteúdo e é composta por artigos controversos. Geralmente você ataca uma ideia consolidada ou uma pessoa importante, ou até mesmo explica porque algo popular é, de fato, realmente idiota. Geralmente o objetivo disso é atrair links, mas também dá aos leitores uma ideia de quem você é.

Criar um blog/ site com este tipo de conteúdo vai levar um certo tempo, então, você não vai conseguir autoridade de link logo de cara, óbvio. Uma vez que você tenha um arquivo sólido de conteúdo, aborde esses sites de autoridade e peça por um link. Dê a eles uma boa razão para isso. Você pode lançar mão de qualquer uma dessas:

  • Você escreveu sobre o autor e agora ele pode estar interessado em compartilhar com seu círculo o que você publicou;
  • Você publicou um artigo que funciona bem com uma série que ele escreveu ou a complementa. Você pode até criticar algo que ele/ ela fez e gerar um debate entre os blogs/ sites. Se isso gerar uma grande quantidade de respostas, quer dizer que você ganhou!

2. Conserte os links quebrados de outras pessoas

Links morrem o tempo todo. As pessoas fecham o website ou puxam as páginas web. Quando esses documentos ou sites desaparecem, todos os links apontando para eles morrem. Por exemplo, se você vasculhar um site, página por página, por um editor que linka muito para fora dele e a página já têm algum tempo, você com certeza irá encontrar pelo menos um ou dois links quebrados nesta página. Vasculhe o site inteiro e você encontrará dezenas!

O Mashable é um bom exemplo de um site que linka muito para fora dele e provavelmente terá muitos links quebrados em páginas antigas, uma vez que eles tendem a reportar startups que nem sempre vingam.

Você pode resolver isso de duas maneiras:

  • Manualmente – faça uma lista de todos os links quebrados que você encontrar, então aborde o autor dessas páginas. É melhor se você focar em um autor/ pessoa e oferecer várias opções de conteúdo, ao invés de contatar diferentes autores para cada link morto. Isso pode se tornar um pesadelo administrativo.
  • Validador de Link – use uma ferramenta como o Link Checker, do W3C, para encontrar links quebrados em um website ou blog. É bastante fácil. Aqui estão os passos para checar o Mashable.

Coloque o  link no formulário:

Escolha suas opções:

Clique em “done” e então espere 644.47 segundos:

Você, agora, pode verificar o relatório:

A partir dele você pode construir uma lista de links quebrados, as páginas que você precisa substituir e quais autores você pode abordar – se for um site de vários autores, como Mashable.

3. Crie uma biblioteca de imagens desejável

Se você tem imagens de alta qualidade no seu site, você pode usar essas imagens como um incentivo para que as pessoas linkem para você. Imagine que você tenha uma galeria de imagens grandes e de alta-resolução. Ofereça um formulário de contato que permita que a pessoa consiga um arquivo e código para linkar direto na página e você verá resultado.

Você não precisa ser tão audacioso como o photl.com.

Ou freepixels.com:

E ser mais como o Haw-lin:

Este último site é especializado em fotos. Para você que é um editor de conteúdo procurando por juice de posicionamento, você poderia criar um sub-domínio unicamente para fotos como essa. Aqui está o que você deve fazer:

  • Contrate um fotógrafo amador decente. Se você não for um bom fotógrafo e deseja manter manter o custo baixo, você poderia contratar um fotógrafo local que seja bom.
  • Use seu telefone. Hoje a maioria dos smartphones podem tirar fotos de alta qualidade. Muitas vezes possuem as capacidades que definem uma boa foto, como ter o ângulo certo e uma boa luz.

De qualquer maneira, quão melhor a foto, melhores suas chances de você obter interesse nas imagens. E para ajudar você a se beneficiar completamente desta tática, tenha isto em mente ao criar uma biblioteca de imagens:

  • Quanto maior a qualidade de cada imagem, maior será o potencial de link building delas;
  • Pesquise maneiras baratas de tirar fotos. Isso pode significar contratar um fotógrafo barato ou comprar um smartphone decente com uma ótima câmera;
  • Cada imagem deve ser postada em sua própria página;
  • O serviço de entrega deve ser o mais fácil possível. Teste diferentes maneiras e use aquela que seja mais fácil para você;
  • Adicione as imagens seguindo uma programação, seja uma vez por dia ou uma vez por semana.

4. Ofereça-se para escrever uma coluna ou fazer um post como visitante

Forneça ao um editor um conteúdo prático e muito bem pesquisado. Essa é uma ótima maneira de receber links para seu site a partir dele.

Mantenha em mente que esta tática vale mais para sites de conteúdo de autoridade relativa, do que de autoridade absoluta; isso devido à sua política de blogging. Mas se você tiver uma estratégia de postagem que envolva o foco em construção de links, tráfego e exposição através de posts de visitantes em alguns sites de autoridade seletiva selecionados, você eventualmente terá um arsenal de conteúdo que poderá repassar para sites de autoridade absoluta.

Alguns sites de autoridade, como Open Forum ou o Huffington Post têm tanta necessidade de conteúdo que geralmente você pode conseguir um artigo lá. Mas você normalmente ainda tem que fornecer um portfólio de artigos para que eles possam entender seu nível de escrita e de conhecimento.

Aqui estão algumas fontes para te ajudar a escrever, submeter e ser publicado como visitantes:

5. Vá aonde sua audiência está

Como blogueiros e pessoas da Internet, muitas vezes esquecemos sobre as conexões cara a cara que podem nos fornecer links valiosos de editores de sites de autoridade relativa ou absoluta. Por exemplo, viaje para conferências, se aproxime de pessoas que você quer influenciar e as convença a linkar para o seu site. Não seja um chato, mas fique por perto, seja simpático e depois deixe-as curtir sozinhas o resto do evento. Mas você pode ir à festa depois do evento e continuar a fazer contatos por lá.

Se você realmente quiser levar as coisas para outro nível, ofereça para levá-las para jantar e pague a conta. Durante o jantar, sugira que elas linkem para você com algum objetivo. Talvez você possa sugerir a criação de um infográfico ou um guia para iniciantes.

Mas mesmo se você não conseguir um acordo como este, você pode dizer, ao pagar a conta, “não, eu cuido disso. Você me dá um link ou algo do tipo”. Dessa maneira a pessoa pensa: “um jantar de $50 por um link? Beleza!”.

Veja na segunda parte desse artigo as próximas cinco dicas para atrair links de autoridade! Vejo vocês na próxima semana!

***

Este artigo é uma republicação feita com permissão. SEOMoz não tem qualquer afiliação com este site. O original está emhttp://www.seomoz.org/blog/the-10-golden-rules-to-attracting-authority-links

Neil Patel

é cofundador do site KISSmetrics, um provedor de analytics que ajuda companhias a tomar melhores decisões relacionadas a negócios.

Dê Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Este projeto é mantido pelas empresas:

Oferecido e patrocinado por: